A segunda versão beta do Haiku OS R1 já foi lançada e essas são suas mudanças

Depois de um ano e nove meses do lançamento da primeira versão beta do Haiku OS R1 Este segundo beta chega e continua com o trabalho que foi retomado após o desligamento do sistema operacional BeOS e desenvolvido sob o nome OpenBeOS, mas foi renomeado em 2004 devido a reivindicações relacionadas ao uso da marca comercial BeOS no nome.

Para quem não sabe do Haiku OS, você deve saber que não usa o kernel Linux senão que usa seu próprio kernel, construído com base em uma arquitetura modular, otimizado para alta capacidade de resposta às ações do usuário e execução eficiente de aplicativos multithread.

O sistema é baseado diretamente nas tecnologias BeOS 5 e visa a compatibilidade binária com aplicativos para este sistema operacional. Requisitos mínimos de hardware: CPU Pentium II e 256 MB de RAM (Intel Core i3 e 2 GB de RAM recomendados).

OpenBFS é usado como sistema de arquivos. Suporta atributos de arquivo estendidos, registro em diário, ponteiros de 64 bits, suporta o armazenamento de meta tags e índices especiais para agilizar a seleção neles. Para organizar a estrutura do diretório, são utilizadas árvores "árvore B +".

O que há de novo nesta segunda versão beta?

Nos quase dois anos desde a última atualização, 101 desenvolvedores participaram do desenvolvimento deste novo beta do Haiku no qual preparou mais de 2800 mudanças e fechou 900 mensagens de error e aplicativos para implementar inovações.

Um deles é o melhor desempenho de exibição HiDPI, que também fornece o escala correta dos elementos da interface e o tamanho da fonte é usado como o fator-chave para o dimensionamento, em que todos os outros elementos da interface são dimensionados automaticamente.

Na barra de área de trabalho há um modo «mini», em que o painel não ocupa toda a largura da tela e muda dinamicamente de acordo com os ícones colocados. Tem sido modo de abertura automática do painel aprimorado, que aumenta o tamanho apenas quando o mouse é passado e uma versão mais compacta é exibida no modo normal.

Outra mudança é que um interface para configurar dispositivos de entrada, em que os configuradores de mouse, teclado e joystick são combinados. Além disso adicionou suporte para mouses com mais de três botões e a capacidade de personalizar as ações dos botões do mouse.

Compatibilidade POSIX aprimorada e carregava uma grande parte de novos programas gráficos, jogos e kits de ferramentas. Aplicativos LibreOffice, Telegram, Okular, Krita e AQEMU também estão disponíveis, bem como jogos FreeCiv, DreamChess e Minetest.

O instalador adiciona a capacidade de excluir a instalação de pacotes opcionaisestá presente na mídia. Ao configurar partições de disco, mais informações sobre as unidades são exibidas, a definição de uso de criptografia é implementada e informações sobre espaço livre em partições existentes são adicionadas. Há uma opção disponível para atualizar rapidamente o Haiku R1 Beta 1 para o Beta 2.

O terminal fornece a emulação da tecla Meta. Nas configurações, você pode atribuir a função Meta à tecla Alt / Opção localizada à esquerda do espaço (a tecla Alt à direita do espaço manterá sua finalidade).

Das outras mudanças mencionado nesta nova versão beta:

  • O navegador WebPositive foi atualizado, transportado para a nova versão do mecanismo WebKit e otimizado para reduzir o consumo de memória.
  • Suporte implementado para drives NVMe e seu uso como mídia inicializável.
  • Suporte estendido e estabilizado para USB3 (XHCI). A inicialização a partir de dispositivos USB3 foi organizada e a operação correta com dispositivos de entrada foi garantida.
  • Bootloader adicionado para sistemas UEFI.
  • Trabalho foi feito para estabilizar e melhorar o desempenho do núcleo. Muitos bugs que causam congelamento ou travamento foram corrigidos.
  • Código do driver de rede importado do FreeBSD 12.

Descarregar

Por último, se quiser saber mais sobre o assunto e / ou obter a imagem desta nova versão, pode fazê-lo a partir de o seguinte link.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.