A nova versão do PeerTube 2.3 já foi lançada e também se junta aos termos inclusivos

Faz pouco a nova edição PeerTube 2.3 foi lançada, que é uma plataforma descentralizada para organizar hospedagem e transmissão de vídeo. PeerTube oferece uma alternativa independente de fornecedor para YouTube, Dailymotion e Vimeo, usando uma rede de distribuição de conteúdo baseada em P2P e conectando os navegadores dos visitantes.

Na nova versão algumas melhorias se destacam que vão focado em redes federadas, otimizações espaço da tela, um plugin de bloqueio automático (alfa) entre outros, além dos desenvolvedores, seguindo a tendência geral no uso de termos inclusivos, nesta nova versão a função A "lista negra de vídeos" foi renomeada como "blocos de vídeos / lista de bloqueio".

Para quem não sabe PeerTube eles deveriam saber que isso é baseado no uso de WebTorrent, rodando em um navegador e usa a tecnologia WebRTC para estabelecer um canal P2P de comunicação direto entre o navegador e o protocolo ActivityPub, permitindo que servidores diferentes sejam unidos com vídeo na rede federada geral na qual os visitantes estão envolvidos na entrega de conteúdo e têm a capacidade de se inscrever em canais e receber notificações de novos vídeos.

A interface da web fornecida pelo projeto é construída usando a estrutura angular.

A rede federada do PeerTube é formada como uma comunidade de pequenos servidores hospedagem de vídeo interconectado, cada um deles tem seu próprio administrador e suas próprias regras podem ser adotadas.

Cada servidor com vídeo desempenha um papel semelhante ao BitTorrent, em que as contas de usuário deste servidor e seus vídeos estão localizados.

O identificador de usuário é formado no formato "@ nomedeusuário @ domínio_do_servidor". A transferência de dados durante a visualização é feita diretamente dos navegadores de outros visitantes que visualizam o conteúdo.

Além de distribuir o tráfego entre os usuários que assistem a vídeos, PeerTube também permite sites lançado pelos autores para a colocação inicial do vídeo armazenar em cache os vídeos de outros autores, formando uma rede distribuída não apenas de clientes, mas também de servidores, além de fornecer tolerância a falhas.

Principais novos recursos do PeerTube 2.3

Nesta nova versão uma das novidades que mais se destaca está na melhores meios de construir redes federadas, desde agora configuração adicional é fornecida para transmitir vídeo para outras redes que não estão incluídas nas listas públicas.

Além disso também suporte para classificação de arquivos de vídeo por resolução de tela foi implementado Em ordem inversa. Descrições completas de objetos de vídeo são fornecidas por ActivityPub.

Outra novidade que acompanha esta nova versão é que uma versão alfa do plugin Auto Block Videos foi proposta para permitir o bloqueio de vídeos com base em listas de bloqueio públicas.

Por outro lado, no PeerTube 2.3, agora moderadores podem excluir comentários em massa para uma determinada conta e desative as contas ao visualizar miniaturas. Adicionado suporte para motivos de remoção típicos predeterminados.

Foi adicionado suporte para pesquisa global (desabilitado por padrão e requer ativação do administrador) e o uso de todo o espaço disponível na tela foi otimizado ao exibir uma grade de miniaturas.

Das outras mudanças que se destacam desta nova versão:

  • O administrador tem a capacidade de definir o banner que é exibido nas páginas da instância atual do PeerTube.
  • Contador de vídeo e informações do canal adicionadas à página "Meus vídeos".
  • Menu de navegação simplificado na interface de administração.
  • Oferece a capacidade de restringir o acesso a feeds RSS com novos vídeos para canais e contas específicos.
  • Para processar imagens, ao invés da biblioteca Sharp de ligação, o módulo jimp (JavaScript Image Manipulation Program) é usado, escrito inteiramente em JavaScript.

Finalmente, se você quiser saber mais sobre isso, você pode verificar a lista completa de alterações, bem como os links de download no link a seguir.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.