OpenMediaVault: Nova versão 6 da Distro para criar servidores NAS

OpenMediaVault: Nova versão 6 da Distro para criar servidores NAS

OpenMediaVault: Nova versão 6 da Distro para criar servidores NAS

No início deste mês, os desenvolvedores do “Distro OpenMediaVault”, anunciaram o lançamento do novo versão 6 (Shaytan). Versão que inclui, entre muitas novidades que já conheceremos, sendo baseada em Debian-11 (Bullseye) e um nova interface de usuário escrito do zero.

E para quem gosta de saber, onde codinomes de programas e distros, vale ressaltar que o nome de shaytan refere-se a um personagem filme e jogo chamado Dune. Shaitan era originalmente o termo Fremen para uma poderosa personificação do mal, como o diabo ou um demônio. Y eEm menor grau, era também um nome dado aos vermes da areia de Arrakis, certamente menos do que Shai-Hulud.

Transforme seu Raspberry Pi em um NAS com OpenMediaVault

E como de costume, antes de entrar totalmente no tópico de hoje sobre o novos produtos da última versão disponível do Distribuição GNU/Linux OpenMediaVaultisto é, o "versão 6", Também conhecido como shaytan, deixaremos para os interessados ​​os seguintes links para algumas publicações anteriores relacionadas. De forma que possam explorá-los facilmente, se necessário, após terminar de ler esta publicação:

"OpenMediaVault (OMV) é uma distribuição Linux gratuita projetada para Network Attached Storage (NAS). O OpenMediaVault é baseado no sistema operacional Debian e está licenciado sob a GNU General Public License v3. E contém serviços como SSH, (S)FTP, SMB/CIFS, servidor de mídia DAAP, rsync, BitTorrent e muitos mais". A nova versão do Java SE 18 já foi lançada e essas são suas novidades

OpenMediaVault: GNU/Linux Distro para criar servidores NAS

OpenMediaVault: GNU/Linux Distro para criar servidores NAS

Que novidades a nova versão 6 incorpora?

Entre as principais novidades de OpenMediaVault 6 (OMV 6) A seguir estão resumidos:

Fundamentos

  1. Ele vem com um instalador ISO aprimorado.
  2. Agora é baseado no Debian 11 (Bullseye).
  3. Não permite a instalação (coexistência) de ambientes gráficos.
  4. Melhora a configuração dos horários de trabalho agendados.
  5. Melhora as configurações de monitoramento de temperatura SMART.
  6. Use o watchdog systemd em vez de um daemon separado.
  7. Adiciona suporte à lixeira para diretórios pessoais SMB.
  8. Inclui uma interface de usuário completamente nova escrita do zero.
  9. O suporte a SMB NetBIOS está desabilitado por padrão.
  10. Suporta chaves públicas SSH ed25519 na caixa de diálogo de configuração do usuário.
  11. Adiciona a capacidade de copiar e aplicar permissões de pasta compartilhada a uma página ACL.

você avançado

  1. Por padrão, inclui que os servidores DNS estáticos terão precedência sobre os servidores DNS recebidos do servidor DHCP.
  2. Arquivos de dispositivo no sistema de arquivos /dev/disk/by-label não são mais suportados, pois não são exclusivos nem previsíveis.
  3. Ele traz alguns novos plugins que são baseados em containers. Tais como: S3, OwnTone, PhotoPrism, WeTTY, FileBrowser, Onedrive.
  4. Remove a capacidade de limpar os registros do sistema. Isso não é mais possível porque os dados agora são buscados no diário do systemd, que não pode ser liberado por unidade.
  5. Permite desabilitar o botão "Lista de controle de acesso" na página da pasta compartilhada se a entrada selecionada estiver em um sistema de arquivos não compatível com POSIX.
  6. A página do sistema de arquivos mostrará apenas os sistemas de arquivos configurados pelo OMV a partir de agora. Este é o comportamento padrão da interface do usuário que todas as outras páginas usam.

E muitos mais, que podem ser vistos com mais detalhes no seguinte link.

Resumo: Banner post 2021

Resumo

Em suma, isso nova versão 6 de “Abrir Cofre de Mídia” inclui muitas novidades (melhorias e correções) que certamente permitirão melhores configurações, otimizações e usos em equipamentos usados ​​como Servidores NAS (dispositivos de armazenamento conectados à rede). Desta forma, poder desfrutar de melhores plataformas de armazenamento e nuvens domésticas ou de trabalho.

Esperamos que esta publicação seja muito útil para todo o «Comunidad de Software Libre, Código Abierto y GNU/Linux». E não se esqueça de comentar abaixo e compartilhar com outras pessoas em seus sites, canais, grupos ou comunidades de redes sociais ou sistemas de mensagens favoritos. Por fim, visite nossa página inicial em «FromLinux» para explorar mais notícias e juntar-se ao nosso canal oficial de Telegrama do FromLinux, Oeste grupo para mais informações sobre o assunto.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.