Algumas dicas para MGSE e MATE no Linux Mint 12

Se você já baixou Linux Mint 12, Informo que o próprio Lefebvre Clement mostra-nos como realizar certas Tips para modificar a experiência de MGSE y COMPANHEIRO. Vamos ver o que são.

MGSE

Mude para um único painel no topo.

Como muitos usuários podem ter visto, MGSE por padrão, nos dá 2 painéis (semelhante a gnome2) mas se quisermos, só podemos usar um painel na parte traseira mais no estilo de Concha de gnomo.

Primeiro, desabilitamos o painel inferior:

  • No menu, executamos a ferramenta «Preferências avançadas».
  • Nós selecionamos "Extensões Shell" ou "Extensões Shell".
  • procuramos »Extensão do painel inferior» (Extensão do painel inferior) e nós o desativamos.

Então nós reinicializamos Concha de gnomo:

  • prensado "Alt F2".
  • Nós escrevemos «R» e pressione Entrar.

Use o painel, menu e lista de janelas de cores escuras.

Agora Linux Mint 12 temos dois temas para gnome-shell: Mint-Z y Menta-Z-Preto. Este último é o que veio por padrão no RC do Lisa. Por padrão, agora está ativado Mint-Z que tem tons de cinza ou prata (depende do olho que é visto) 😀

Para alternar entre eles ou escolher outros temas:

  • Vamos para a ferramenta "Configurações avançadas" no menu.
  • Clique em «Temas» (Tema).
  • Mudamos o valor de "Tema Shell" para o assunto que queremos.

Visualização rápida de arquivos.

Linux Mint 12 inclui um aplicativo chamado "Sushi", que nada mais é do que um visualizador de arquivos para Nautilus, que suporta Imagens, música, vídeo, documentos, PDF… Etc. Se não me engano, deve ser algo como Antevisão Gloobus, já que para usá-lo, nos colocamos no arquivo e pressionamos o botão «Barra de Espaço»Para visualizar.

COMPANHEIRO.

Instale o MATE a partir da versão em CD.

Para usar o MATE, basta instalar o pacote "Mint-meta-mate".

Solução quando o painel MATE desaparecer.

Ainda existem alguns temas gtk que são incompatíveis com COMPANHEIRO. Se isso acontecer, considere o uso de dois temas que funcionem perfeitamente:

  • Menta-Z-Fosco
  • Carbono

Mate consome 100% da CPU.

É pela mesma razão que os painéis desaparecem, porque alguns temas Gtk não são suportados, mais uma vez, considere usar estes dois:

  • Menta-Z-Fosco
  • Carbono
Existem outros truques para desenvolvedores principalmente que você pode ver em este link.

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

12 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Eduardo dito

    A questão do século é como desativar o painel do Gnome? a fim de manter apenas o painel Mint.
    Estou testando o Gnome 3 com o Fedora 16 há uma semana, mas não tem como.

    Testei esta versão do Mint para ver se ela é recomendada para novos usuários. Para mim, estou satisfeito com o Debian + gnome 2 estável no meu PC e o Xubuntu no meu netbook.

    1.    elav <° Linux dito

      Boa pergunta. Não creio que seja possível e, se for, deve ser uma opção bem escondida.

    2.    Guille dito

      Você pode fazer login pelo companheiro, que é o menu clássico do gnome 2

  2.   Gorka dito

    bom,
    Conselho muito bom para colocar tudo no menu superior.

    Você sabe se a função MGSE que abre esse menu quando coloco o ponteiro do mouse sobre o canto superior esquerdo pode ser desativada de alguma forma? É bobo, mas não consigo encontrar em lugar nenhum como desativá-lo.

    Atenciosamente e obrigado por tudo.

    1.    elav <° Linux dito

      Saudações Gorka:
      Eu não acho que você pode, pelo menos com MGSE. Esta função é fornecida pelo Gnome-Shell nativamente, então as coisas ficam complicadas.

  3.   flaviosana dito

    Olá!
    A ideia de usar o gnome se deve à versatilidade dos painéis ……. Nos anteriores eu poderia colocar o monitor de rede, o crasher, a previsão do tempo, o gerenciador de janelas, o notificador de e-mail, tudo ao alcance de um único clique, este 12 tem um Unity sem o dock lateral! (Unity foi o motivo Saí do Ubuntu e instalei um debian 6) então ao ler em todos os posts que o gnome tinha resolvi experimentar o Mint e acho que tem o mesmo problema do ubuntu um par de painéis que nada mais são do que duas barras cinza inúteis para tudo , exceto ocupando espaço e uma unidade aparada ……….
    De qualquer forma, estou totalmente desapontado, pensei que o mint era uma edição corrigida do ubuntu
    (corrigido para um uso consistente, eliminando a unidade, o que causou justamente um êxodo maciço de usuários para outros sistemas)
    lembranças
    Vou continuar com o Debian 6

    flaviosana

    1.    elav <° Linux dito

      Bem-vindo flaviosan:
      E como você está fazendo com o Debian 6?

  4.   Ozozo dito

    Tenho saudades do meu querido Gnome 2. Acho que o Gnome tomou o caminho errado, muitos usuários que não querem complicar nossas vidas abandonam o Ubuntu por causa do Unity, para agora encontrarem um desktop parecido com aquele de onde fugimos e com pouco ou quase nenhuma possibilidade de personalização.
    O Gnome 2 era o paradigma de desktop configurável para o usuário comum e agora, com o 3, ele se tornou um bug rebelde e rebelde.
    Não tenho dúvidas de que este tipo de scrtoria pode ser confortável para celulares, netbooks e outras espécies desse estilo, mas para PCs e laptops, definitivamente não.
    Senhores do Ubuntu, LinuxMint e Gnome, por favor, tentem pensar como o usuário comum, senão, infelizmente, vocês estão matando o Linux.

    1.    KZKG ^ Gaara <"Linux dito

      Olá e seja bem vindo 😀
      Eu não acho que eles estão realmente matando o Linux, há muito mais opções ... Mate (fork do Gnome2), KDE, Xfce e muitos mais ... nem tudo está resumido no Unity e no Gnome3 😉

    2.    Sergio dito

      Experimente o Linux Mint Debian Edition LMDE. Lá você tem TUDO que quiser, começando com o Compiz. É um cabelo desagradável, mas assim que você o configura, você não volta ao Gnome3 até ver o que eles farão no LMDE. (É uma versão de lançamento contínua).
      Saudações.

  5.   Cerveja dito

    Muito bom conselho, sem hesitar até agora, a melhor distro que tentei ...

  6.   Alejandro Velazquez dito

    Que tal, tive muitos problemas na configuração e customização do Ubuntu 11.04 e 11.10 e no 11.10 perdi o ambiente gráfico e não conseguia mais acessá-lo, então optei por instalar o linux mint 12 lisa pois procurei em vários fóruns e eles trataram Funciona muito bem, e pessoalmente não sou especialista em nada se me parece bem, a única coisa que não consegui fazer é que os menus estão pretos e tudo isso de personalização, desde quando acesso as configurações avançadas nas extensões do shell não me dá qualquer opção de escolha e da mesma forma no tema na parte do tema do shell não exibe o menu e de fato onde está a opção do tema do shell, um símbolo em forma de triângulo aparece com um ponto de exclamação no seu interior e imagino que deve haver algum erro, e é isso que gostaria de corrigir, não sei se alguém pode me orientar, com as extensões do shell que não aparecem e o tema do shell que aparece com um símbolo e não me dá opção também, e eu não vejo muito Usam debian, gostaria de saber quais as vantagens que tem, obrigado. Da mesma forma, se quiser, você pode me enviar informações por e-mail.