Archlinux decide não incluir o instalador AIF

Uma nova imagem de instalação de Arch Linux 2012.07.15 onde a nova política de arco em relação às instalações do sistema.

Os desenvolvedores desta distro decidiram não incluir o instalador OFI (Framework de instalação do Arch), o que tornará os usuários que não estão familiarizados com esta distribuição ou que vêm de outras distribuições mais voltados para o usuário doméstico e sistemas como Windows o Mac Os, é muito difícil para eles instalarem, pois a partir de agora a instalação será totalmente pelo terminal.

De qualquer forma, no wiki eles postaram um pequeno Guia de instalação da nova imagem do sistema, embora por enquanto esteja em inglês, com certeza será traduzido para vários idiomas em breve. Talvez em breve publique um pequeno tutorial de como instalar o sistema com a nova imagem.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

60 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   sombra dito

    A decisão parece dever-se à falta de manutenção e contribuições para o desenvolvimento do AIF. O que está claro é que isso afasta ainda mais o Arch dos usuários novatos e o aproxima de todos aqueles interessados ​​em aprender como construir um sistema do zero

  2.   Francesco dito

    Não entendo por que tomaram essa decisão tão * luminosa *.

  3.   Luis dito

    Eu nunca experimentei o ArchLinux, embora já esteja querendo. Para mim esta mudança, longe de me intimidar, torna a instalação do Arch mais atraente, adoro o terminal e os desafios intelectuais. O que estou me perguntando é se essa mudança tem um motivo técnico, ou é simplesmente uma decisão política, uma forma de garantir que "apenas" usuários avançados do Linux possam usar o Arch.

  4.   Elinx dito

    Bom, pra mim ao remover o referido instalador tiraram a graça que a referida distro tinha, já que o referido instalador assustou muitos hehehe xD!. [Piada] 😛

    Saudações!

  5.   Manuel da Fonte dito

    Eles também removeram as diferentes ISOs que estavam na página de download e agora há apenas uma com arquitetura dupla e instalação de rede.

    1.    Blazek dito

      Certo, e é uma das coisas que menos gostei, pois obrigam a baixar uma imagem maior do que antes.

      1.    Manuel da Fonte dito

        E vai contra a filosofia de Arch de não ter nada que você não precise. Por que me obrigar a baixar e gravar uma imagem dupla se sei de antemão que vou usar apenas a imagem de 32 bits?

  6.   crotus dito

    Com a completude do WIKI, não há problema com o ARCH, aliás, devido à sua grande comunidade, todo medo deve ser perdido. Da mesma forma, todo o ano de 2012 os meninos poderiam ter colocado e tornado mais acessível. E há pontos de instalação, como escrever manualmente os grupos, já me foi dado não do PRO mas do IDIOT. Se você quiser que eles coloquem sudokus em diferentes ETAPAS de instalação e não forem resolvidos em 5 minutos, você tem que fazer tudo de novo. Uma coisa é aprender e outra é perder meu tempo.

    1.    oberost dito

      "Uma coisa é aprender e outra é perder meu tempo."

      Amém irmão. +1

  7.   Javichu dito

    Onde posso baixar a versão anterior? Então eu instalo com AIF e atualizo o sistema. A notícia me incomodou, tinha planejado instalá-lo em agosto. Não sou novo no Linux, mas gosto de instaladores confortáveis ​​como o Debian

    1.    Blazek dito

      Bem, infelizmente, você não poderá baixar uma imagem anterior do site oficial do Arch, uma vez que todas as imagens anteriores foram removidas dos servidores e apenas o novo instantâneo foi disponibilizado.

    2.    Blazek dito

      Infelizmente, você não encontrará imagens anteriores nos servidores oficiais do Arch, pois elas foram removidas. De qualquer forma, não acho que seu plano seja uma ideia muito boa, já que mudanças foram feitas nas assinaturas dos pacotes e na estrutura de diretórios e a atualização seria muito longa e poderia conter bugs.

    3.    VisitnX dito

      Blazek está certo, a última vez que o instalei há pouco mais de um mês foi uma dor de cabeça devido à assinatura dos pacotes e à mudança no sistema que ao adicionar tudo sob compilação entraria em conflito. Havia, portanto, vários pontos de conflito entre o antigo instalador e as mudanças atuais. O bom agora é que eles lançarão versões todas as semanas, portanto, vários desses problemas serão evitados.

      1.    xykyz dito

        Também instalei com o iso antigo e com certeza deu problemas, com conflitos mais do que qualquer coisa. Com a assinatura de pacotes, o maior problema era gerar entropia suficiente para gerar uma chave, o que demorava um pouco ...

  8.   msx dito

    O instalador funcionou muito bem na maioria dos casos, mas o novo sistema de instalação baseado em dois ou três scripts é muito melhor:
    1. Se você tem uma ideia básica do GNU / Linux, será muito fácil instalar a distro seguindo os poucos casos descritos no wiki.
    2. Se você não é um usuário técnico de GNU / Linux, então você não irá instalar o Arch, você irá instalar o Fedora ou Ubuntu ou Mageia ou qualquer outra distro que seja completamente gráfica.
    3. A vantagem do novo sistema é que agora a instalação não só permite que você configure o sistema, mas também _instalará_ absolutamente tudo que você precisa na mesma etapa, de modo que quando você fizer a primeira inicialização, você já terá seu sistema completamente instalado e funcionando - lembre-se disso Com o framework AIF, foi instalada uma base mínima sobre a qual, após o reinício, o sistema foi armado.

    Arch é um dos GNU / Linux mais fáceis que existe, eu chamo de Linux para preguiçosos, porque tudo funciona tão bem, sem problemas, a configuração é simples e transparente, você instala apenas os pacotes que deseja sem ter que instalar 45 pacotes adicionais ... realmente uma vez que você aprende como o Arch faz tudo, é muito provável que você não tenha tremores em seu sistema por muito tempo e, se algo acontecer, é extremamente fácil de consertar porque nada está escondido ou é automagia, é realmente um sistema para vagões que não querem perder muito tempo gerenciando-o: você instala uma vez e se esquece de tocar novamente.

    Agora, se você quer uma distro que permite um controle ainda mais preciso do sistema - ainda mais fino do que usar o ABS no Arch Linux - eu recomendo Funtoo, o 'novo' projeto de Daniel Robbins, fundador do Gentoo Linux; Funtoo é fantástico, se não fosse que eu já manuseio o Arch tão bem e gosto de usar a distro com certeza adotei o Funtoo, uma distribuição incrível.

    1.    Manuel da Fonte dito

      O que há de tão especial no Funtoo?

      1.    msx dito

        É incrível, quando você tem tempo eu leio o wiki deles e os artigos relacionados ao novo Portage, Metro e suas melhorias emergem, se eu tivesse uma máquina mais poderosa ao invés do meu i5 de primeira geração, algo como um i7 de terceira geração, eu possivelmente migraria meu notebook para Funtoo já que compilar pacotes com tal besta dificilmente é sentido.

        1.    Manuel da Fonte dito

          Bem, parece interessante. Há muito tempo que estou curioso para experimentar o Gentoo, mas acho que vou tentar o Funtoo. Vamos ver se eu me dou um espaço nas férias de dezembro.

  9.   Vicky dito

    Que decisão de m @. Não só que mudaram a forma de instalar algo mais difícil para o usuário comum. Mas agora é só netinstall !! Eu nunca consegui me conectar à Internet quando tentei instalar com a imagem netinstall, não importa o quão duro eu tentei. Suponho que este seja meu último adeus ao Arch. Ainda bem que eu chakra a verdade, agora os desenvolvedores do archlinux me incomodam um pouco de rejeição, eles sempre foram um pouco elitistas.

    1.    Blazek dito

      Não são elitistas, apenas seguem sua filosofia de princípio KISS, mantendo o sistema o mais simples possível evitando quaisquer etapas complicadas que incomodem o usuário.

      1.    Vicky dito

        Já sei disso, uso o arch há mais ou menos 1 ano, eles são elitistas no sentido de que quando você vai perguntar algo nos fóruns, eles te tratam meio mal, ou ignoram se você não sabe certas coisas, ou dizem diretamente para você ir ao leia o wiki mesmo se sua dúvida ou problema não estiver lá.

        1.    msx dito

          Eu digo a você @vicky: eles podem tratá-lo mal se você perguntar alguma besteira óbvia que você poderia ter resolvido pesquisando no Google por 2 minutos ou pesquisando no wiki: na verdade, é considerado rude por usuários experientes fazer perguntas óbvias cuja resposta é um tanto mastigada e pré-digerida.

          Pelo contrário, é um caso _totalmente_ diferente que você pergunta quando realmente não pode resolver seu problema.
          Se a tua mensagem diz: «Tenho este problema, na wiki falam muito acima disto e as indicações que dão não o resolvem - pelo que as indicações são: fulano, fulano e fiz isto, aquilo e este outro - e Pesquisando no Google, encontrei dois posts nos fóruns X de pessoas com o mesmo problema que também não conseguiram resolvê-lo, alguma ideia? »
          Garanto que já vi posts com mais de 25 respostas, quando merecem.

          Agora, se você escrever: «o que é um dispositivo de loop? Alguém pode me ajudar a montar uma imagem ISO? Grax! » eles certamente o ignorarão completamente.

          Você tem que entender que Arch é uma distro dedicada para aqueles de nós que gostam de entender o que acontece com o sistema e que somos seduzidos por problemas quando eles são interessantes ou apresentam uma certa lógica, todos nós temos um filho depurador dentro de nós, pelo contrário questões que podem ser As respostas automáticas são típicas de outros tipos de fóruns de outras distribuições.

          Você reclama do Arch, mas nos fóruns do Gentoo ou do próprio Debian, se você fizer uma pergunta de merda, eles banem você e todos os seus filhos xD

    2.    JP (@edconocerte) dito

      Hahahaha e eu queríamos instalar o ambiente gráfico.
      Usando o virtualbox, consegui instalar o sistema básico há um mês e não toquei no ArchLinux novamente.
      Acho que agora (sem AIF) a configuração para novos usuários será complicada.
      Por enquanto, irei me dar tempo para terminar a instalação do ambiente gráfico. Ainda não consigo decidir quais ... recomendações? > _ <!

      1.    Blazek dito

        Recomendo o xfce4 como a primeira opção, se não convence, então recomendo o KDE, pois atualmente é o ambiente mais completo, embora também mais pesado.

        1.    msx dito

          Vendo isso @Blazek, recomendo o KDE SC com todos os chiches ligados (exceto Strigi que você pode deixar desligado), se você está procurando por algo mais leve você pode desligar todos os efeitos visuais do KDE e eu garanto que será luxuoso; se o que você procura é algo realmente leve, mas funcional, o Xfce 4.10 é o melhor que você encontrará.

      2.    diegogabrieldiego dito

        Para instalar o ambiente gráfico você não precisa de AIF ... !! Eu recomendo o Openbox que continua com a filosofia KISS se você quiser algo mais colorido como o Compiz-Standalone.

  10.   elip89 dito

    Bem, vou sentir falta do AIF, mas imagino que se os desenvolvedores do Arch decidiram eliminá-lo foi para melhor: S também agora como a imagem é netinstall ele baixa todos os pacotes atualizados. Para quem precisa de um tutorial rápido porque o wiki é longo, deixo aqui este que encontrei na net http://bit.ly/LL5g0G Eu tentei e funciona muito bem, não me deu nenhum problema durante a instalação

    lembranças

  11.   Cristian dito

    Adeus Arch !!!

  12.   Maurício dito

    E só que tenho que reinstalar meu Arch, e não tenho muito tempo, isso acontece (por alguma estranha razão quebrei quando instalei o Grub2, então fiz uma instalação rápida do núcleo com um ISO antigo e não consegui atualizar). Vou ter que imprimir o Wiki e rezar para que o netinstall não me dê problemas com o driver Wireless (o que sempre acontecia). Para o caso de ter o ISO do Sabayon em mãos, estou com pouco tempo, preciso que o PC funcione e não para testar novos métodos. Eu tento uma vez, se não funcionar, eu uso um Out of the Box.

  13.   Andros dito

    Simplesmente: muito ruim.

  14.   Francisco Mora (@_franciscomora) dito

    Parece-me uma boa ideia, a imagem .iso com AIF já me deu problemas, além de que tudo por terminal parece excelente, mais controle sobre o que faço ..

    Outro tutorial muito bom sobre a nova instalação pode ser encontrado em:

    http://gespadas.com/archlinux-instalacion-2012

    lembranças

  15.   Gregório Espadas dito

    Não tenha medo da nova forma de instalar o ArchLinux! Pelo contrário, é mais enriquecedor. Eu convido você a ler meu novo tutorial de instalação passo a passo em espanhol:

    http://gespadas.com/archlinux-instalacion-2012

    Viver ArchLinux!

    1.    elav <° Linux dito

      Excelente amigo .. você se exibiu ..

      1.    Gregório Espadas dito

        Obrigado irmão!

    2.    Diego dito

      Obrigado ! , Contribuição.

      1.    Gregório Espadas dito

        Obrigado por ler o tutorial 🙂

    3.    Blazek dito

      Ótimo tutorial, muito bem explicado como sempre, muito obrigado.

      1.    Gregório Espadas dito

        Obrigado por suas palavras! Saudações 🙂

    4.    wpgabriel dito

      exatamente, pra mim sempre teve que ser assim aquele arco.

    5.    xykyz dito

      Instale o arch graças ao seu tutorial anterior e agora acabei de fazer isso em uma máquina virtual graças a este novo tutorial. Você é meu ídolo! xD

      Comente que alguns dias atrás eu instalei o gentoo e agora a instalação do arch é bastante semelhante em alguns estágios (também muito mais simples e rápido, que você não precisa compilar o kernel nem nada). Achei muito mais fácil sem AIF do que com ela, então é uma grande mudança!

      1.    Blazek dito

        É verdade, a instalação do Arch dá um ar de gentoo, exceto ao compilar o kernel e os outros componentes do sistema. Honestamente, um usuário com experiência em "Console" Linux pode facilmente instalar o Arch, porém aqueles que não usam o console precisam dedicar mais tempo para fazê-lo.

      2.    Gregório Espadas dito

        Hahaha, muito obrigado por isso. Saudações!

  16.   elétron222ruko22 dito

    xD é uma questão de gosto, mas o usuário já deve perder o medo do terminal, e o wiki é muito fácil de seguir e aprendi muitas coisas que não sabia 😀

  17.   pardigma dito

    Não sei como vai ser mas agora pode-se dizer que instalar o Arch é difícil

    1.    pardigma dito

      Eu li o guia pela metade, parece muito fácil de instalar, claro que se fosse como eles pintam

  18.   Josh dito

    Artigo muito bom. Nunca consegui instalar a versão com AIF e tentei muitas vezes documentar todos os passos e compará-los com o wiki, agora parece mais complicado. Probe Bridge Linux e Nosonja Linux, parece que é o mais próximo que chegarei do Archlinux. Acho que nunca vou conseguir colocar as mãos nesta distro.

  19.   leitoso 28 dito

    archlinux é fácil de instalar não é complicado se você já usou o ubuntu é a mesma coisa que a instalação é feita a partir do terminal de forma cli, então não é um problema, a única coisa talvez sejam os arquivos de configuração que também estão no wiki Eles explicam muito bem como fazer, mas no final é uma distro um tanto personalizada e eu sei a necessidade de usar menos pacote.

  20.   Mehizuke Nueno dito

    No caso do AIF parecer muito espartano, o fato de eles terem removido mais do que um princípio do KISS eu vejo como uma má jogada, já que usando o AIF muitos mais minutos não foram perdidos do que aqueles que seriam perdidos instalando a nova versão, Infelizmente (ou felizmente) não fui capaz de testar esta instalação porque acabei de reinstalar meu arch alguns dias atrás (com a atualização / lib) e veremos no futuro como isso vai terminar, espero que seja melhor.

  21.   Arquimedes dito

    Não sei se será muito correto porque sou novo no Archlinux, mas devido aos problemas com a atualização da glibc, fiz uma reinstalação da imagem ISO através da internet, para ter os pacotes atualizados. Desta forma tive a atualização do pacman e glibc.
    Desta forma, você pode continuar usando o instalador AIF, certo? No momento não tenho nenhum problema em fazer atualizações.

  22.   Genesis Vargas dito

    Se antes era complicado imagine agora. mas tenho certeza de que, se eles fizerem essa mudança, a distro ficará mais robusta. Acho que sim (digo pelos comandos)

  23.   msx dito

    Aquele que diz que a instalação por AIF ou console é complicado é o mesmo que diz que instalar o Gentoo é complicado: NÃO, NÃO É COMPLICADO! É muito fácil quando você sabe o que está fazendo!

    Complicado é outra coisa: algo complicado é algo que embora saibamos muito bem o que fazemos se torna difícil ou incômodo, isso é complicado, use bem a linguagem, mecacho> :(

    Se você não tem conhecimento, não diga "é difícil" ou "nããão, isso é complicado", apenas diga: NÃO SEI, a partir do momento que você reconhecer que não sabe, você pode começar a LER o wiki ou tutoriais sobre o assunto e ficar chateado - sim gente, é questão de ler e não Avançar, Avançar, Aceitar, Avançar, Avançar, Concluir.

    Não ao medo de dizer NÃO SEI, ninguém nasceu sabendo, é uma questão de sentar e estudar!

  24.   Alf dito

    O complicado é que ele não mostra nenhuma mensagem de erro, mas não instala.

  25.   malaia dito

    mais um passo na aprendizagem ... para experimentar já foi dito

  26.   tubo dito

    O que é realmente interessante sobre o Arch é seu processo de instalação, porque ele aprende. O resto desta distribuição não me interessa. Eu prefiro o Debian Testing.

  27.   tubo dito

    O mais interessante do Arch é o seu processo de instalação, porque é aprendido, o resto não me interessa. Eu prefiro o Debian Testing.

  28.   Diego dito

    O mais interessante do Arch é o processo de instalação. O resto não me interessa.

  29.   Marito dito

    Embora eu não use o Arch ... as vezes que instalei era 40% instalação automática e o resto, usando o teclado e seguindo comandos para editar ... Não vejo como algo tão sério remover o instalador, é só uma questão de formatar, copiar o kernel, edite alguns conf, grub e reinicie ... eles estão se adaptando àqueles de nós que instalam o gentoo, que fazem exatamente o mesmo, apenas demorando muito mais para compilar. Para economizar tempo na instalação costumamos usar um live cd ... copie os comandos do manual e cole no console para não escrever muito. Espero que os arqueiros também possam fazer isso.

  30.   Mehizuke Nueno dito

    Bem, eu vejo o processo mais complicado, eu gosto muito mais do AIF, agora com relação a ter o sistema pronto em 2 etapas, acho que não (referindo-se ao post msx no ponto 3) porque a partir da seleção de pacotes você pode instalá-lo (Obviamente instalando da rede, seja com a versão netinstall ou selecionando a fonte em um dos arch servidores) e a partir daí ative o [extra] e selecione os pacotes de que se precisa, uma vez que a instalação deles esteja finalizada, pois apenas os arquivos necessários foram modificados e é isso.

    Mas de qualquer maneira é tempo passado

  31.   Alga dito

    Eu estava mais familiarizado com o instalador antigo, mas ainda consegui instalá-lo :)

  32.   sny dito

    Bem, o cfdisk não funciona para mim, ele não reconhece os 2 discos que tenho xD