O autor do Libreboot vem em defesa de Stallman enquanto outros continuam a se demitir da FOSS

Leah Rowe, fundadora da a distribuição Libreboot e ativista proeminente pelos direitos das minorias, alguns dias atrás saiu para defender publicamente Richard Stallman contra ataques recentes, apesar dos conflitos anteriores com a Fundação FOSS e Stallman.

Leah Rowe acredita que a caça às bruxas organizada é organizada por pessoas que se opõem ideologicamente ao software livre E é dirigido não apenas ao próprio Stallman, mas a todo o movimento do software livre e à FSF em particular.

De acordo com Leah, a verdadeira justiça social é uma atitude digna em relação a uma pessoa, e não quando tentam eliminá-lo apenas por causa de suas crenças. A mensagem também refutada argumentos dos críticos sobre o sexismo e transfobia de Stallman, usando comunicação pessoal, e sugeriram que todos os ataques recentes nada mais são do que uma tentativa de se infiltrar e subjugar a organização FSF sob o controle de grandes corporações, como já aconteceu com o OSI e o Linux Foundation.

2 anos atrás, o conhecido criminoso de pensamento Richard M. Stallman foi falsamente acusado de defender a violação em uma campanha de difamação orwelliana, orquestrada pela grande mídia a pedido de fornecedores de software proprietários. 36 anos lutando por sua liberdade digital, cancelado. Ele foi tão cruel que renunciou ao cargo de presidente da Fundação para o Software Livre. A FSF não fez nada para protegê-lo ou defendê-lo. No entanto, você pode defendê-lo!

Em 21 de março de 2021, o conselho de diretores da FSF reintegrou Richard Stallman. Em resposta, a mídia lançou uma nova campanha de difamação. Uma petição foi criada, pedindo a remoção forçada do RMS e de todo o conselho de administração da FSF. RMS foi injustamente acusado de sexismo, transfobia, deficiência e uma série de outras coisas destinadas a desacreditá-lo. Não dê ouvidos a nada disso. As notas e artigos políticos de Richard Stallman pintam o quadro de um homem que fez uma campanha ferrenha contra o preconceito em todas as suas formas.

Em resposta, nós, o movimento do software livre, iniciamos nossa própria petição. Queremos que a RMS permaneça no cargo e que a FSF permaneça firme. Pedimos à FSF que defenda a honra de Richard Stallman e seu legado. Richard Stallman é um ser humano, cujo direito à liberdade de expressão foi fortemente suprimido. Devemos mostrar nosso apoio a ele para a FSF, alto e claro.

Por outro lado, dois outros funcionários anunciaram sua aposentadoria da Fundação FOSS: John Hsieh, Diretor Adjunto e Ruben Rodríguez, CTO. John ingressou na fundação em 2016 e, antes disso, ocupou cargos de liderança em organizações sem fins lucrativos de bem-estar social e justiça social.

Reuben, mais conhecido como o fundador da distribuição Trisquel, Foi contratado pela Free Software Foundation em 2015 como administrador de sistemas, após o que assumiu o cargo de chief technology officer. Anteriormente, John Sullivan, CEO da Free Software Foundation, também anunciou sua aposentadoria da Free Software Foundation.

Em sua declaração conjunta, Sullivan, Shay e Rodríguez indicaram que continuam a acreditar na importância da missão da Fundação STR e acreditam que a nova equipe será mais capaz de lidar com a reforma de governança proposta.

De acordo com eles, software livre e copyleft são questões críticas de nosso tempo e a Free Software Foundation deve continuar a liderar o movimento de código aberto, tornando-se um objetivo comum para todos os funcionários garantir uma transição suave e apoiar a necessária modernização da fundação e dos processos de gestão.

Além disso, pode-se notar que o número de assinantes da carta de apoio a Stallman já ultrapassa 4600 assinaturas e a carta contra Stallman já foi assinada por mais de 3000 pessoas.

Aaron Bassett, entre os ativistas que lutam contra Stallman começou a promover adições especiais ao Chrome, o que mostra uma marca especial na abertura no repositório GitHub, os desenvolvedores assinaram a carta em apoio a Stallman.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.