Briar, um aplicativo de mensagens criptografadas e descentralizadas 

sarça

Briar é um excelente aplicativo de mensagens que sincroniza mensagens na rede Tor, protegendo os usuários e seus relacionamentos da vigilância.

Existem muitos aplicativos de mensagens instantâneas, mas há poucos que realmente oferecem ao usuário proteção de dados "decente" no que diz respeito. Diante dessa demanda de um grande número de usuários, vários aplicativos se popularizaram, além dos comerciais, o que ainda deixa muito a se pensar se as informações do usuário estão realmente protegidas.

É por isso que Hoje vamos falar aqui no blog sobre, Briar, um aplicativo de mensagens projetado para ativistas, jornalistas e qualquer pessoa que precise de uma maneira comunicação segura, fácil e robusta. 

Aplicativos de mensagens específicos de país/região estão funcionando bem. Line é a plataforma de mensagens mais popular no Japão, KakaoTalk na Coreia do Sul e WeChat na China, embora este último também se deva à proibição do Facebook e WhatsApp na China. Na Europa Oriental e na África, o Viber compete com o WhatsApp pelo maior número de downloads e uso.

Aplicativos de mensagens que oferecem criptografia de ponta a ponta (E2EE) podem alegar proteger seus usuários alegando que eles jogaram fora a chave, metafórica e literalmente, e que não podem desfazer o que foi criptografado durante a transmissão. No entanto, tanto o BRIAR quanto o Telegram afirmam proteger todos os usuários.

Ao contrário dos aplicativos de mensagens tradicionais, Briar não depende de um servidor central: as mensagens são sincronizadas diretamente entre os dispositivos dos usuários. No caso de uma queda de internet, o Briar pode sincronizar via Bluetooth ou Wi-Fi, mantendo o fluxo de informações durante uma crise. Se a Internet estiver ativa, o Briar pode sincronizar na rede Tor, protegendo os usuários e seus relacionamentos da vigilância.

Tanto o Telegram quanto o Signal foram fundados em fortes ideais pró-criptografia e atacam regularmente o Facebook por seu modelo de negócios de mensagens. Briar usa conexões diretas e criptografadas entre usuários para evitar vigilância e censura. O software de mensagens tradicional é baseado em servidores centrais e expõe mensagens e relacionamentos à vigilância.

sarça pode compartilhar dados por Wi-Fi, Bluetooth e Internet, além de disponibilizar mensagens privadas, fóruns públicos e blogs protegidos contra as seguintes ameaças de vigilância e censura:

Das Recursos de destaque de Briar:

  • Monitoramento de metadados: Briar usa a rede Tor para impedir que os ouvintes saibam quais usuários estão conversando entre si. A lista de contatos de cada usuário é criptografada e armazenada em seu próprio dispositivo;
  • Monitoramento de conteúdo: todas as comunicações entre dispositivos são criptografadas de ponta a ponta, protegendo o conteúdo contra espionagem ou adulteração;
  • Filtragem de conteúdo: A criptografia de ponta a ponta do Briar impede a filtragem de palavras-chave e, devido ao seu design descentralizado, não há servidores para bloquear;
  • Ordens de Remoção: cada usuário que se inscreve em um fórum salva uma cópia de seu conteúdo, portanto, não há um único ponto em que uma postagem possa ser excluída;
  • Ataques de negação de serviço: Os fóruns Briar não possuem um servidor central para atacar, e todos os assinantes têm acesso ao conteúdo mesmo estando offline;
  • Interrupções de Internet: Briar pode trabalhar com Bluetooth e Wi-Fi para manter a transferência de informações durante as interrupções.

A equipe de desenvolvimento da Briar pretende usar seus recursos de sincronização de dados para oferecer suporte a aplicativos distribuídos seguros, incluindo edição colaborativa de documentos.

“Nosso objetivo é capacitar as pessoas em qualquer país para criar espaços seguros onde possam discutir qualquer assunto, planejar eventos e organizar movimentos sociais”, diz ele.

Por fim, vale ressaltar que a principal desvantagem do Briar é que ele requer uma conexão constante com o Tor e usa uma notificação persistente para fazer o trabalho. Sem surpresa, isso não é bom para a duração da bateria. Portanto, a menos que você precise da segurança mais rígida, provavelmente é melhor usar o Signal ou um aplicativo semelhante.

Você pode baixar o aplicativo em o seguinte link.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.