Como compactar e descompactar arquivos no Linux

Imagens de compressão de imprensa

Neste artigo, vamos ensinar a você compactar e descompactar arquivos de sua distribuição GNU / Linux favorita, todos usando comandos do console. É um artigo dirigido a iniciantes e nele não incluiremos o tratamento de tarballs como em outros tutoriais, pois apenas mostrará como é feita a compressão e descompressão sem empacotá-los com a maravilhosa ferramenta tar.

Embora a compactação e a descompactação sejam relativamente fáceis, os usuários costumam pesquisar na Internet como realizar essas ações. Suponho que, ao contrário de outros sistemas operacionais como MacOS e Windows, onde ferramentas gráficas muito específicas e intuitivas são usadas, no GNU / Linux elas geralmente são apresentadas mais formatos e várias ferramentas para cada um deles, embora também existam ferramentas simples a nível gráfico ...

Para compressão e descompressão vamos usar dois pacotes fundamentais, uma vez que são provavelmente os formatos mais exigidos e os que encontramos com mais frequência quando estamos trabalhando em Sistemas tipo Unix. Estou me referindo a gzip e bzip2.

Trabalhando com gzip

Pára comprimir com gzip, o formato que vamos manipular é Lempel-Zi (LZ77), e não ZIP como tal, pois o nome pode causar confusão. O nome vem do GNU ZIP, e foi feito como um substituto para o formato ZIP, mas não é o mesmo. Quero deixar isso claro ... Bem, para compactar um arquivo:

gzip documento.txt

Isso gera um arquivo com o mesmo nome do original com a extensão .gz, no exemplo anterior seria document.txt.gz. Em vez disso, para modifique o nome saída por um específico:

gzip -c documento.txt > nuevo_nombre.gz

Pára descomprimir O que já está compactado é igualmente simples, embora possamos usar dois comandos diferentes com o mesmo efeito:

gzip -d documento.gz

gunzip documento.gz

E vamos pegar o arquivo descompactado sem extensão .gz.

Trabalhando com bzip2

Em relação a bzip2, é semelhante ao programa anterior, mas com um algoritmo de compressão diferente denominado codificação Burrows-Wheeler e Huffman. A extensão que temos neste caso é .bz2. Para compactar um arquivo, basta usar:

bzip2 documento.txt

Isso resulta em um document.txt.bz2 compactado. Também podemos variar o nome de saída com a opção -c:

bzip2 -c documento.txt > nombre.bz2

Para descompressão, eu usaria a opção -d da ferramenta bunzip2, que é um apelido:

bzip2 -d documento.bz2

gunbzip2 documento.bz2

Para obter mais informações, você pode usar homem seguido pelo comando ...


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

8 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Jaime Perea dito

    Olá,

    Muito obrigado por seus posts, eles são sempre úteis.

    Talvez seja interessante mencionar também xz, já que também está sendo bastante usado. Ele está classificado em algum lugar entre bzip2 (lento, mas comprime muito) e gzip (rápido, mas menos eficiente). Isso em grandes faixas, porque como tudo ... depende. Os tars incluídos nos arquivos Debian / Ubuntu .deb geralmente vêm compactados no formato xz.

    A forma de usá-lo é semelhante à dos outros comandos sos.

  2.   Ernesto dito

    Olá, gostaria de pedir que isto seja feito mas com tar.gz pois é o mais utilizado (na minha opinião de acordo com tudo o que descarrego da internet)

  3.   Jolt2bolt dito

    O que eles dizem sobre formatos mais populares, mas multiplataforma como .7z? Eles deveriam nomeá-los também

  4.   omeza dito

    Olá José, o que acontece com os arquivos tar.gz é que você usa outro comando que é tar e neste caso o comando tar por si só não compacta (ou descompacta), mas é usado para agrupar (ou desagrupar) vários arquivos em um, tem integração com o comando gzip e bzip2 com o qual você pode compactar e descompactar.

    1.    Gonzalo dito

      Você está absolutamente certo Ernesto, para um formato livre 7z que está ganhando espaço no Windows, substituindo zip e rar, e eles nem mencionam?

  5.   a dito

    google.com

  6.   usr dito

    No século 21 e ainda usando comandos para compactar um arquivo simples? Esta postagem é triste

  7.   Katrin dito

    Talvez fosse interessante também