Como compartilhar arquivos em uma rede Linux

Este vai para o nosso colega Claudio, que quer aprender como configurar uma rede Linux sem usar Samba. Em um comentário hostil, Claudio pede a criação de uma GUI para poder realizar um trabalho que milhares (senão milhões) de pessoas já fizeram e continuarão a fazer ... pois muito desse trabalho é por console, e ele não gosta. Muito prefere criar uma GUI para poder usá-la facilmente (pelo menos Windows como ele mesmo diz) sua rede interna. Vamos primeiro revisar isso um pouco antes da solução.

Modo de negócios vs FOSS

Bem, vamos manter as coisas simples desde o início ... Isso é algo que sempre é reivindicado em projetos FOSS (Software Livre e de Código Aberto), a falta de qualidade no trabalho. Eu sempre ouvi, mas tal jogo é melhor comprar da empresa alto porque é melhor, tal programa é melhor do que sua versão gratuita, tal sistema é melhor do que outro grátis. Vamos ver por que isso é:

A empresa alto vidas do seu software

Se eu sou uma empresa e meu trabalho é vender software, isso significa que tenho que vender algo extremamente bom para que as pessoas comprem e, portanto, tenho que Pagar aos meus desenvolvedores para obtê-lo, e este é o ponto de partida deste assunto, software livre e em alguns casos de código aberto é desenvolvido por boa vontade. As pessoas não estão sendo pagas para desenvolver algo para o resto. Então se você me disser como você está Programas sistema ou o que quer que seja, é melhor do que sua versão gratuita, bem, eu lhe digo, provavelmente, mas há um grande problema nisso:

É feito para torná-lo dependente

Isso é como uma droga: quanto mais software proprietário você usa, menos sua capacidade de pensar e resolver as coisas de forma autônoma. Vamos pensar um pouco nisso, você sabe onde ganha mais, em vendas ou em manutenção? Bem, a resposta para isso é simples, não importa o quão caro seja um programa ou sistema, o lucro na manutenção será sempre maior do que o lucro na venda, porque na hora dos problemas, não importa a quantidade de dinheiro que deve ser investido para resolvê-lo porque simplesmente não se pode alterar a infraestrutura nesse ponto.

A necessidade é a mãe da criação

Uma forma hostil de solicitar uma GUI não é motivo suficiente para fazê-lo e, ao mesmo tempo, desculpe se machuca o Claudio, mas tenho coisas muito mais importantes para fazer e projetos em que participar para investir meu tempo para resolver sua falta de autonomia e sua passividade mental. Mas já que você perguntou, bem, vamos explicar por que ainda não há GUIs para algo que Windows é tão simples.

Quando você compartilha pastas no Windows, cria brechas de segurança

Aqui mais de um vai me dizer que estou errado e etc etc ... mas a verdade é que quando você usa nmap Para reconhecer um computador Windows, provavelmente se estiver em uma rede "confiável", ele estará executando um serviço em alguma porta para compartilhar arquivos. Isso não é apenas perigoso, mas é tão pouco conhecido que muitos dos ataques bem-sucedidos surgem devido ao partilha acesso através da rede. Mas por que isso surge? Bem porque o filosofia  O Windows ensina você a dizer SI sem saber exatamente o que está acontecendo. (Lembra da dependência?) Uma forma bem simples de resolver isso seria cuidar bem do equipamento, mas como o filosofia Windows não é isso, é aqui que o manutenção entra em jogo e faz você ter que necessidade de alguém para fazer coisas por você.

Não é necessário

Se a necessidade é a mãe da criação, sem necessidade, então não há nada. Isso é algo extremamente simples de entender, se as pessoas que o usam (geralmente administradores de sistema ou pessoas que usam servidores) não precisarem, eles não o criarão. Em casos muito especiais (geralmente em software livre) os criadores se colocam um pouco no pé dos menos experientes e decidem ajudar criando uma GUI (Git tem uma GUI para quem quiser experimentar), mas, novamente, isso é para puro boa vontade dos criadores, uma vez que a quantidade de trabalho reais é tão grande, e os desenvolvedores tão poucos, que esses trabalhos são relegados ao tempo livre de algum desenvolvedor de bom coração. (Vamos lembrar que ninguém te paga para fazer isso, e você ainda tem uma família, um emprego e responsabilidades)

O bullying nunca será a solução

Tome isso como conselho e comente para todos que lerem, lembro-me muito de um vídeo que uma vez vi de uma entrevista com Obama (alguém que considero um grande exemplo de pessoa), onde um homem irado começa a criticá-lo e insultá-lo e ele não o fez absolutamente nada. Ele não fez nada, não porque não pudesse, isto é, ele era o homem mais poderoso do planeta na época, mas porque sabia que não deveria se rebaixar a esse nível. Isso não é e nem será solução nesta vida, entrar numa discussão nunca trará nada de bom, tem gente que pode acreditar que sim, mas pelo menos a intimidação e o comentário de um X não me comoverão. Só deixei como comentário solte antes de iniciar o tutorial.

NFS

Sistema de arquivos de rede é um protocolo de nível de aplicativo que fornece informações centralizadosincronizado em uma rede, funciona tanto para sistemas Linux como Windows e outros (isto devido a ser projetado para nível de aplicação) Como falamos assim centralizado, significa que estamos diante de uma solução modelo Cliente / Servidor. Já tocamos nisso superficialmente em outro momento, mas nada mais para enfatizar um pequeno detalhe.

Por que é importante ter informações centralizadas?

Alguém mais dirá: «mas tenho informações importantes sobre cada tipo de máquina que possuo, meu laptop de trabalho, meu computador doméstico, etc etc ». O problema é o seguinte, se um modelo de backup eficiente fosse seguido, notaria que criar e manter backups de muitos pontos é complicado, muito mais fácil (para todos nós que usamos scripts e outros) é criar um único ponto onde as informações chegam e a partir daí comece a proteger os dados. Além de ter múltiplas versões em diferentes pontos, não apenas torna difícil o acompanhamento das informações, mas também torna o trabalho mais complicado.

Não estou inventando pólvora

Para aqueles que por um segundo acreditam que descobri isso por tentativa e erro, porque nada está mais longe da verdade, eu só uso um pouco do que o Google me oferece e vamos ver o que encontrei na primeira pesquisa (vou assumir que estão no Ubuntu aqueles que o usam, e suponho que para o Fedora a mudança deve ser mínima)

Google

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Sempre siga o que diz Oficial. Este é talvez um dos primeiros passos a seguir, e coloco-o no caso de alguém achar que eu sabia algo sobre NFS antes de escrever este post.

TL, DR

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Demasiado longo; não leia. Cada vez que virem esta sigla, podem ter 100% de certeza de que é a maneira "preguiçosa" de resolver um problema, muitos dirão que como saber se está em inglês, bem, agora eles sabem, de modo que não há opção de reivindicar depois 😉 Eu uso muito o dicionário urbano para entender muitos desses conceitos.

Documentação oficial (em espanhol !!)

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Alguma alma bondosa se encarregou de traduzir para nós esta página simples, mas completa, com tudo o que é necessário para instalar um servidor NFS em nossa rede.

Veremos rapidamente os passos a seguir. Deixo-te o ligação para os curiosos que não podem usar o Google por X razões para chegar ao mesmo lugar.

Instale o servidor e o cliente

Agora vamos instalar por console o que é necessário em ambos os lugares para usar os arquivos compartilhados. No servidor que instalamos nfs-kernel-server e no cliente nfs-common

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Configure o servidor

NFS funciona através de um arquivo de configuração localizado em /etc/exports. Este arquivo informa ao NFS quais arquivos compartilhar e como chamá-los, além de ter bons exemplos de como usá-lo por padrão, usaremos o conforto para editá-lo graças ao sempre confiável vim (aqueles que não se sentem confortáveis ​​com o vim podem usar nano)

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Para este exemplo simples, estou dizendo às exportações que desejo compartilhar minha pasta workspace (O * indica que desejo compartilhar todo o conteúdo e sem deixar espaço escrevo as permissões e opções que melhor me atendem, neste caso rw para escrever e ler)

Reinicie o servidor

Se configuramos bem, precisamos reiniciar o servidor (ou iniciá-lo se não estiver ativo), não é necessário toda vez que houver uma alteração, mas aproveito para deixar claro, se não quiser reiniciar tudo, um simples exportfs -ra Resolver o problema.

Próprio. Christopher Diaz Riveros

A primeira linha systemctl start nfs-kernel-server ativa o servidor, o segundo é apenas para verificar se está tudo ok (se não estiver verde, não está ok).

Conecte-se ao servidor

Agora vamos conectar nossos outros equipamentos, para isso usaremos o conforto, e o comando mount.

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Aqui vale ressaltar que os IPs são atribuídos ao seu gosto, não sei se vão usar DHCP ou manual, mas uma vez que eles têm o IP podem usar, acrescentam : / caminho / de / sua / pasta e um local onde você pode montar a conexão, no meu caso criei uma pasta chamada compartido.

Abra seu navegador

Próprio. Christopher Diaz Riveros

Aqui estão ambos na versão conforto como na versão GUI. E vou mostrar um pouco como faço meu trabalho no instituto, sempre utilizo máquinas virtuais para trabalhar as informações dos cursos, (por isso vão ver um OSX instalado) e uma para cada linguagem, para que eu possa ter ambientes de desenvolvimento controlados e não encha meu Gentoo com programas desnecessários. Por que ubuntu? bem eu gosto mais do que Fedora e é mais rápido criar máquinas de teste que também posso apagar rapidamente. Como eu disse 🙂 cada um segue sua filosofia e deixa tudo pronto para use sem pensar muito É algo que torna o ubuntu muito mais fácil para seus usuários 🙂 (além disso fiz minha certificação de administrador de sistema no ubuntu (o LFCS permite que você conceda isso nas três grandes famílias de sistemas: Ubuntu (Debian), CentOS (Red Hat) e SUSE (SUSE) )), então foi uma boa maneira de lembrar apt-get y apt)

 Considerações Finais

Já escrevi muito desta vez, mas como você pode ver Claudio, são apenas 4 passos (espero que você possa fazer o do Google sozinho para não contar), e adivinhe… você não precisa de uma GUI para cinco comandos. Desculpe se não consigo realizar seu desejo de fazer o mundo GNU / Linux mais Windows, e impedi-lo de pensar um pouco e aprender a Google coisa. E se você deseja ter mudanças permanentes em sua rede e equipamentos através /etc/fstabBem, você terá que descobrir sozinho.

Para todos os outros, por favor, me desculpem se eu fui rude com este post, e embora eu o tenha escrito um pouco mal-humorado (devo admitir que ninguém gosta de ter seu trabalho e esforço questionados, e menos ainda do que chamados arrogância) ... Eu realmente espero que isso possa ajudar mais de um em seu trabalho de conexão. Muito obrigado por vir aqui apesar da minha falta de jeito e dos meus erros, Saudações 🙂


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

34 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Miguel Mayol e Tur dito

    Eu segui os passos para Manjaro (Arch) no passado e não funcionou para mim (eu compartilho com Samba) e os plugins de compartilhamento Thunar e Nautilus
    Em relação ao "windowizing", acho que o KISS é FLOSS inadequado. No MS WOS também existem coisas complicadas a fazer e em nenhum dos casos parece bom para o usuário.
    Por que não fornecer um script ou meta-pacote que instala e configura o NFS em vez de copiar e colar 5 comandos?
    Poucos se atrevem ao primeiro, muito menos ao segundo
    E se adicionarmos o plugin para compartilhamento NFS no Thunar e / ou Nautilus (ou outros) melhor para FLOSS e KISS, ou não?
    E não estou escrevendo que é seu dever de casa, mas ficaria feliz se alguém o fizesse (para o Samba também, para registro) e o usasse como outra ferramenta para "converter" pessoas para GNU / Linux ensinando como é fácil compartilhar uma pasta por NFS (ou Samba) para usá-lo na Smart TV com Kodi

    1.    Octavio Sanchez dito

      Por que você não tenta fazer isso sozinho? Em outras palavras, se você acha que é necessário e útil para FLOSS e KISS, vá em frente e colabore com a comunidade dessa forma.

      1.    Miguel Mayol e Tur dito

        Eu não tenho esse conhecimento, programação.
        Que por outro lado são triviais para quem os tem e quer ter.
        E se você é um estudante de ciência da computação que deseja exibir algo assim em seu currículo, melhor.
        Em relação ao que funcionou para mim, ao fazê-lo com o SAMBA, já publiquei um tutorial resumido no fórum Manjaro para quem pode aproveitar. https://forum.manjaro.org/t/suggestion-samba-and-or-nfs-shares-and-plugins-easy-by-default/34169/4

  2.   RAFAEL PRESILHA dito

    PARA UM CLIENTE REGULAR OU BÁSICO, COMO DEIXAMOS ESTES SERVIÇOS ATIVOS POR PADRÃO?

    1.    Chris ADR dito

      Olá Rafael, para poder deixá-los por default com o start da máquina é necessário editar o arquivo / etc / fstab para que ele se conecte diretamente com a rede, já que é um pouco mais especializado e considero que você peça isso em um ambiente empresarial, existem outras considerações de segurança, como permissões e nomes de acesso, pontos de acesso, logs, entre outros. Saudações 🙂

  3.   Carlos Diaz dito

    Bem, estou começando neste mundo do linux, e li tudo que você publicou recentemente, não entendo o contexto do seu post e me refiro à briga que você tem com o Claudio, mas realmente valorizo ​​o tempo que você passa escrevendo-os agora compartilhe seu conhecimento, o mínimo que podemos fazer quem não paga por ele, é ler você com respeito! Muito obrigado e meus sinceros parabéns pelo excelente trabalho.

    1.    Chris ADR dito

      Olá Carlos, aqui está o link de contexto

      https://blog.desdelinux.net/preferimos-la-linea-comandos-los-guis/#comment-225111

      Não é tanto uma briga, isso significaria que espero continuar com o assunto, mas realmente depois de ler o contexto espero que possam entender o motivo do meu mau humor, ou então talvez eu tenha exagerado a situação, em ambos os casos não é algo que pretendo continuar fazendo 🙂

      E muito obrigado pelo seu comentário, na verdade é por causa de comentários como este que estou animado para escrever e talvez compartilhar um bom tempo com todos vocês lendo essas postagens 🙂 Saudações

  4.   Ivan dito

    Com o post está tudo bem, o que eu não »compartilho» de jeito nenhum é que OBAMA É UMA BOA PESSOA !!!!! um dos MAIORES ATIRADORES DA HISTÓRIA JUNTO COM ISRAEL…. o compartilhamento de uma pasta torna-se um dado secundário após a leitura do ESO.
    Eu uso Linux há muitos anos e recomendo para meus amigos que usam Linux, mas por favor, a coisa do Obama é muito forte.

    1.    Chris ADR dito

      Oi Ivan, obrigado por comentar e compartilhar. Bem, eu considero Obama o que considero (e é algo muito pessoal, você pode compartilhar ou não, mas vale a pena esclarecer aqui) para coisas como este:

      Para quem já leu outros posts meus, tanto aqui como alhures, saberão que não sou uma pessoa muito "política" no sentido de ter consciência disso, e na realidade esse é um dos assuntos que menos me preocupa. Gosto de tentar, mas tenho que fazer quando preciso. Como o próprio Trump disse pouco depois de se tornar presidente ... "isso é mais difícil do que eu pensava" ... já discutimos que existem pretos, brancos e sombras, mas considero que uma forma real de reconhecê-los é conhecer TODO o contexto ... e Isso é algo que nas decisões políticas é bastante complicado devido à natureza de muitas das informações.

      Se digo que o considero uma boa pessoa, é com base nas qualidades positivas de liderança que ele demonstrou ao longo de seu tempo em cargos públicos, não estou dizendo que ele é perfeito em todos os sentidos, mas ele tem muitas qualidades que são dignas de ser. imitado. Espero que isso tenha tornado o assunto um pouco mais claro.
      lembranças

  5.   Lopez dito

    Você em Taringa ficaria louco.

    1.    Chris ADR dito

      Ou eu simplesmente deixaria logo após os cumprimentos

  6.   Carlos Zevallos dito

    O Samba para mim atende a todos os meus requisitos, atualmente o tenho rodando em uma rede empresarial com usuários e grupos e com permissões para determinadas pastas baseadas no perfil do usuário, estou indo muito bem e tenho clientes windows e linux

    1.    Chris ADR dito

      Bem, a verdade é que nunca entrei muito no mundo da integração windows-linux, e isso realmente me deixa curioso, mas é bom que você goste e quem sabe, se você se atrever a escrever um artigo sobre isso 😉 saudações 🙂

    2.    Claudio dito

      Carlos, o samba é muito bom para compartilhar em uma rede Windows-Linux, mas o problema é quando você tem uma rede LAN apenas com Linux. O Samba não funciona neste último caso e você deve realizar todas as etapas descritas por ChrisADR.

      1.    Projeto de lei dito

        Não implementei, mas pelo que li na net:
        http://www.ite.educacion.es/formacion/materiales/85/cd/linux/m4/servidor_samba.html
        http://www.ite.educacion.es/formacion/materiales/85/cd/linux/m4/instalacin_y_configuracin_de_samba.html
        você pode instalar um servidor samba em linux e portanto não é necessário que haja nenhuma janela para usá-lo na rede.

        1.    Projeto de lei dito

          Em outro site: https://www.driverlandia.com/instalar-samba-para-compartir-carpetas-en-linux-debian/
          Vejo que desde o Win7 pode haver problemas com a senha, mas isso afetaria apenas clientes win7,8,10 e não clientes linux que vão usar um servidor samba com linux.

  7.   Fernan dito

    Olá:
    O opensuse yast tem um módulo nfs, não tenho ideia desses problemas, além do mais, no meu manjaro outro dia desinstalei pacotes nfs porque não os uso de jeito nenhum, toda vez que aprendo um pouco mais removo coisas dele à minha delicadeza de gnomo que descubro que não me servem de jeito nenhum, e aos poucos vai consumindo menos RAM, acho que distros simples deveriam ter menos coisas pré-instaladas, percebo que carregam muitas coisas que um iniciante nem sabe para que servem, claro que se o autor do post me colocasse no gentoo, eu ainda instalaria 200 pacotes a menos e faria tudo o que faço com o manjaro, até que, devido à minha ignorância, o gentoo quebrou, é claro.
    Por fim, sobre este assunto, devemos indicar o que Richard Staliman diz muitas vezes que software livre não implica que deva ser livre, acho que na sociedade de hoje estamos nos acostumando a pagar por um smartphone cheio de software proprietário que não sabemos tudo que faz e ao invés disso queremos um software livre que torne tudo mais fácil para nós e seja livre, devemos também nos acostumar a pensar um pouco e pesquisar no caso deste post eu não tenho ideia sobre nfs mas eu vi que pelo menos no opensuse existe um módulo gráfico para isso , Não sei se vai ser bom ou ruim.
    Saudações.

    1.    Miguel Mayol e Tur dito

      Manjaro é ótimo e não muito menos rápido que o Gentoo.
      Mas se você quiser experimentar o Gentoo (também), eu recomendo o Sabayon.
      É um Gentoo pré-instalado e simples, um pouco mais ou menos o que Manjaro to Arch é.

      1.    Fernan dito

        Olá:
        Eu tenho o Sabayon em uma máquina virtual e há muito mais diferença entre sabayon e gentoo do que entre manjaro e archlinux, sabayon usa entropia como o gerenciador de pacotes principal (equo no console e rigoroso no gráfico) que são pacotes binários, tem portage mas eu não sei recomendo usá-lo muito. Manjaro e arch têm o mesmo gerenciador de pacotes, mude que já no manjaro você tem muitos instalados e configurações e o repositório, gentoo ao invés é usar o portage para compilar com opções do código guente, nós somos uma grande diferença com o sabayon que lhe dá alguns pacotes que vêm do gentoo, mas com opções genéricas.
        Saudações.

  8.   Ismael dito

    Há pouco tempo eu também estava lidando com essas questões, quando se está começando no Linux é frustrante não encontrar soluções rápidas ou aplicativos que deveriam ter procedimentos práticos e não complicados. Eu respeito e agradeço os desenvolvedores que dedicam seu tempo e gostam de fazer bem o seu trabalho, eles me ensinaram se alguém faz algo de graça ou se não deveria ser feito bem porque aí carrega a marca pessoal. Mas existem extremos. O Linux é desaprovado porque é geralmente confuso para fazer procedimentos e instalar funções e tudo por desenvolvedores que podem melhorar seu trabalho e deixá-lo à deriva, sujeito a longos comandos de terminal. O outro extremo é que há usuários que vão de "shell" que por ociosidade ou pausa mental querem que alguém faça tudo por eles.

    1.    Chris ADR dito

      Olá Ismael, obrigado por compartilhar e eu só quero enfatizar algumas coisas ... O UNIX usa uma filosofia bastante clara no desenvolvimento de programas "faça uma coisa, e faça muito bem", pois muitos programas fazem apenas uma coisa, e isso é É necessário ter que juntar vários para resolver situações "complexas". Não estou negando que existem alguns programas que poderiam ser melhores, mas pelo menos no fundo de tudo, não experimentei uma falta de lógica nos programas GNU essenciais ou no kernel. É lamentável que uma ideia tão ruim seja gerada por um programa ocasional mal "pensado".

  9.   Claudio dito

    OBRIGADO Amigo ChrisADR, obviamente você sabe muito sobre o seu, eu te parabenizo e peço desculpas se fui um pouco rude no meu comentário anterior, na saída de preferência do terminal ou gui. Mas com este post, você acabou de confirmar o que continuo afirmando no linux, uma maneira fácil de compartilhar pastas em uma rede Linux LAN e como você bem descreve neste post muito bom, é muito tedioso para mim como usuário, ter que fazer tantos passos em um terminal para poder compartilhar as pastas em uma rede Linux lan. Repito, obrigado por este post e com certeza será útil para muitos, não para mim, infelizmente. Espero muito mais do Linux. Por enquanto, terei que continuar usando o Guindous para minhas redes LAN. E claro, no meu notebook, continuo com meu querido MX Linux.

    1.    homem corvo dito

      Uma solução muito simples que costumo recorrer para conseguir o que deseja é fazer uso de https://es.wikipedia.org/wiki/Secure_Shell_Filesystem y https://es.wikipedia.org/wiki/Files_transferred_over_shell_protocol.

    2.    Chris ADR dito

      Olá Claudio 🙂 bem, muito obrigado por dar-lhe o tempo para compartilhar, e obrigado por suas desculpas, desculpe-me também se fui rude em algum lugar. Bem, embora seja uma pena o que você me diz, tenho uma proposta para você; Uma vez que poderia ser uma função útil e que mais de um pareça estar interessado, poderíamos pedir um projeto para implementá-la como uma proposta de melhoria 🙂 Eu pessoalmente não tenho tempo nem facilidade para fazer um programa inteiro do zero, mas talvez nossos colegas do Nautilus (GNOME) ou Dolphin (Plasma) podem tê-lo em sua lista de tarefas até que outro desenvolvedor consiga comprar tempo e provavelmente faça isso muito mais rápido do que eu :)

      Se você gostar da ideia, podemos ver juntos como e onde publicar a proposta de melhoria, quem sabe e talvez algo semelhante já esteja sendo feito em algum lugar 🙂 Saudações

  10.   Tedel dito

    Instalei o Syncthing e não tive mais problemas. Eu contribuo aqui como uma alternativa.

  11.   anônimo dito

    Olá, admito que desde que o ChrisADR anda neste blog fico à espera do próximo, só aprende com ele, obrigado por isso, noutra ordem e continuando com um dos pontos do post.

    O contexto é que tenho que copiar alguns arquivos dos caixas eletrônicos e passá-los para um servidor (GNU / LINUX), estou trabalhando em um sistema de backup, mas tenho uma condição de que estou trabalhando com caixas eletrônicos (ATMs) e não consigo abrir nenhuma porta, Eu também não tenho serviço de transferência de arquivos de rede do Windows, também não posso usar ftp. Simplesmente não tenho as ferramentas para isso, é um serviço muito específico e não existe nenhuma ferramenta para isso.

    Mas eu sei que existe algo como SSH e SCP e que juntos são ferramentas muito seguras até lá muito bem, mas como faço para instalar o SSH no windows? e não exatamente um programa que me permite usar o protocolo, preciso de algo mais versátil, preciso de algo com uma interface CLI, obviamente não sei nada, enquanto pesquisava descobri uma biblioteca python que permite usar diferentes protocolos de rede e fazer algumas pesquisas sobre como funciona, agora Tenho um sistema funcional, onde não uso samba ou SFN, mas posso transferir arquivos usando um bom protocolo seguro.

    Onde eu quero chegar com isso é que sabendo python e sabendo que algo existe (ssh), terminar a tarefa dada, se eu fosse outra pessoa eu teria dito que não é possível, preciso habilitar portas ou ativar recursos do Windows ou que não há ferramenta que me permita isso.

    E não vai para o assunto, mas se você me perguntar por que eu prefiro CLI em vez de GUI, simplesmente a CLI é reutilizável e isso dá a ela muito mais poder sobre o gráfico. Uma ferramenta CLI pode ser usada por outros programas (wrapper), o gráfico é destinado apenas ao usuário.

    1.    Chris ADR dito

      Olá 🙂 Bem, muito obrigado pelo que você diz e obrigado por compartilhar sua experiência.
      Como você mencionou, as CLIs são como mágica nos bastidores, nem sempre reconhecidas, mas sem elas muito do que pode ser visto (GUI) não funcionaria.

      Saudações 🙂

  12.   Arturo J. Ducoing O. dito

    Não se desespere, lembre-se que o usuário do Windows é muito especial e não é até que este sistema estrague sua existência que às vezes começam a questionar sua utilidade, e mesmo assim voltam a usá-lo.

    Os usuários do Windows são legiões, e alguns mais demonizados do que outros, e eles não estão acostumados a ler a documentação, é por isso que quando você os traz para o ambiente GNU / Linux eles sofrem tanto.

    Eu uso muito suas informações, obrigado por compartilhar.

  13.   claudio dito

    eurekaaaa, finalmente encontrei o que precisava, "o código aberto é desenvolvido por boa vontade." Isso é claro e é muito meritório, e se vê que há alguém que tinha a mesma necessidade que eu e desenvolveu (ou compartilhou) que eu não conseguia ler tudo, solução que tanto desejava. E sim, de boa vontade, ele “compartilhou” e fico muito grato. Mas como diz a introdução deste post, “tem que cobrar por boas soluções”, obviamente não vou cobrar, mas não vou colocar o link onde encontrei a solução, pois meu tempo vale muito, não cobro mas ... demorou para encontrar. Só posso comentar para quem está interessado e tem a mesma preocupação, que você encontra no yuotube. 🙂

    1.    Carneiros Náufragos dito

      Como é fácil "exigir" uma solução e fazer com que alguém dedique um tempo para explicá-la em detalhes, sem cobrar nada. ChrisADR (que eu não conheço) não cobrou um centavo por isso, mas você egoisticamente alega ter encontrado um recurso que outra pessoa, sem fins lucrativos, compartilhou e se recusa a fornecer o link (aliás, não há necessidade). Também não sei quem você é, mas sei que sua atitude deixa muito a desejar. Lembre-se que aquelas “boas soluções (que) têm que ser cobradas” não foram feitas por você e a pessoa que as fez, também não cobrou. Então isso só te transforma em um parasita (tipo de predação. Uma relação próxima em que um dos participantes (o parasita ou hospedeiro) depende do outro (hospedeiro ou hospedeiro) e obtém algum benefício.) Nota: Eu coloco você o significado para que você não tenha o trabalho de procurá-lo, já que seu tempo vale muito.

    2.    Lagarto dito

      Bem, obviamente você deve ter algum mal na sua cabeça, já que você se beneficia todos os dias das informações que as pessoas colocam aqui de bom grado e quando "de acordo com" você consegue algo que vale a pena você se recusa a compartilhar, para evitar isso sua conta vai Para ser cancelado, seu IP fica restrito e provavelmente você terá que fazer constantes revisões para não poder entrar novamente no FromLinux porque se essa comunidade tem algo é que é para pessoas, não para parasitas.

  14.   Ernesto Iglesias dito

    Em primeiro lugar obrigado pelo post, tem sido muito útil, embora não seja tão simples como eles queriam pintá-lo, muito mais pesquisador. No entanto, acho extremamente ofensivo e descabido toda a introdução e comentários que nada têm a ver com o problema, se não o autor não quisesse responder melhor, outra pessoa responderia e não precisaria chamá-lo de Bom Samaritano após acusar a informação de ofensas . Enfim, obrigado. Se cobram ou não, ou se fazem tudo "pelo amor dos outros" não é motivo para fazer as coisas "pela metade" e "pesquisar outra pessoa no Google", porque nem todo mundo tem que saber tudo ou "copiar e colar »códigos significa usar a cabeça ou entender qualquer coisa. Saudações a todos e bom dia

  15.   leonidas83glx dito

    O que eu quero é montar uma pasta em um disco rígido NTFS que herdei do Windows. Posso acessar e escrever nele da minha máquina principal, mas não consigo montá-lo no laptop tendo instalado o servidor NFS na máquina principal e o cliente no laptop. Já tentei de tudo mas não deu.

  16.   Eu não digo a você dito

    Postar porcarias que não cumprem o que promete.