Slackware 14.1: Instalando SLiM para Xfce 4.10

O processo de instalação de Fino Dentro de Slackware 14.1 Não é muito diferente do que faríamos em outras distribuições, mas para os menos conhecedores ou novatos pode causar uma dor de cabeça, especialmente devido à falta de documentação em nosso idioma.

Para levar a cabo tal empreendimento, devemos realizar uma série de passos simples.

Lembre-se que você pode usar o seu editor de texto favorito, para o meu caso irei usar vitalidade.

1. Nós instalamos SLiM de slackbuilds, Como raiz.

# sbopkg -i slim

sbopkg -eu magro

2. Nós editamos o arquivo / etc / inittab.

# vim /etc/inittab

vim etc inittab

procuramosnós comentamos a linha "x1: 4: respawn: /etc/rc.d/rc.4»Prefixando o símbolo #. Imediatamente nós adicionamos a linha "x1: 4: respawn: / usr / bin / slim> & / dev / null»

vim etc inittab editado

3. Nós executamos (como um usuário normal) «xwmconfig»

$ xwmconfig

xwmconfig

Y selecionar opção "xinitrc.xfce»

xinitrc xfce

Sem mais delongas, é o processo de instalação, para a configuração e afinação Fino há muita informação na web.

Um obrigado especial para o usuário vidagnu por ajudar a dar ao artigo uma forma mais simples com as informações contidas em seus comentários.

 


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

13 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   elav. dito

    Excelente e devo dizer que em outras distros é um pouco mais fácil :)

    1.    DMoZ dito

      Obrigado elav,

      O Slackware tem suas peculiaridades, o código para o .xinitrc é um pouco diferente se quisermos usá-lo com KDE ou Openbox por exemplo, mas desta vez decidi colocá-lo apenas para o Xfce, a partir de agora irei falar sobre seu uso ao lado outros ambientes de desktop e gerenciadores de janelas.

      1.    chinoloco dito

        Capo, você pode me dar uma mão com folga?

    2.    Rodolfo dito

      SIM amigo, muitas linhas e o método está muito "preso" e no FreeBSD não é tanto tempo, os slackware deveriam atualizar muitas linhas não é prático, eu uso o BSD e faço tudo manual, mas não gosto desse método, as coisas deve ser simples, seguro e funcional.

  2.   sotitrox dito

    Lembro que quando instalei o slim só instalei com as instruções que o slackbuild "README.slackware" trouxe, nada mais. Até hoje não tive problemas com slim. Que raro…

    http://slackbuilds.org/slackbuilds/14.0/system/slim/README.SLACKWARE

    1.    eliotime3000 dito

      Mais simples, impossível.

  3.   Karlinux dito

    Postagem muito boa

  4.   eliotime3000 dito

    Postagem muito boa sobre SLiM no Slackware. Vamos ver se consigo fazer isso, mas usando backports do Slackware como Alien e / ou Slacky para os preguiçosos que não querem compilar.

  5.   Sr. Linux dito

    Seus artigos no Slack são uma referência obrigatória para nós, preguiçosos, e ele também ajuda a divulgar essa distribuição, que sem dúvida é uma das melhores e para mim a melhor.

  6.   vidagnu dito

    Para escolher a área de trabalho padrão, basta digitar xwmconfig onde será exibida uma tela mostrando as áreas de trabalho instaladas, não é necessário modificar o arquivo .xinitrc manualmente.

    Atenciosamente,

  7.   vidagnu dito

    Eu uso slim no Slackware, mas configuro de forma diferente, apenas modifico uma linha no meu arquivo / etc / inittab

    # Runlevel 4 também inicia /etc/rc.d/rc.4 para executar um gerenciador de exibição para X.
    # Os gerentes de exibição são preferidos nesta ordem: gdm, kdm, xdm
    x1: 4: respawn: / usr / local / bin / slim> & / dev / null

    Saudações!

    1.    DMoZ dito

      Tem toda a razão, mal tive oportunidade de verificar o que disse e sim, foi muito mais fácil ...

      Vou continuar a editar a entrada ...

      Felicidades …

  8.   biscoito dito

    Bom Bom bom!
    Continue postando mais sobre o Slackware, pretendo instalá-lo e tudo isso vai me ajudar muito.
    Obrigado.