Kali Linux 2021.3 chega com novas ferramentas e versão do NetHunter para TicWatch Pro

Alguns dias atrás o lançamento da nova versão do a popular distribuição Linux «Kali Linux 2021.3»Em que foram realizadas diversas melhorias, entre as quais se destaca a configuração para OpenSSL, melhorias para live-session em ambientes virtuais, bem como novos utilitários e muito mais

Para quem não conhece a distribuição deve saber que é projetado para testar sistemas quanto a vulnerabilidades, realizar auditorias, analisar informações residuais e identificar as consequências dos ataques de cibercriminosos.

barrilha inclui uma das coleções mais abrangentes de ferramentas para profissionais de segurança de TI, de ferramentas para testar aplicativos da web e penetração de redes sem fio a programas para leitura de dados de chips RFID. O kit inclui uma coleção de exploits e mais de 300 utilitários de inspeção de segurança especializados, como Aircrack, Maltego, SAINT, Kismet, Bluebugger, Btcrack, Btscanner, Nmap, p0f.

Além disso, a distribuição inclui ferramentas para acelerar a seleção de senhas (Multihash CUDA Brute Forcer) e chaves WPA (Pyrit) por meio do uso de tecnologias CUDA e AMD Stream, que permitem o uso de GPUs de placa de vídeo NVIDIA e AMD para realizar operações computacionais .

Novos recursos principais do Kali Linux 2021.3

Nesta nova versão do Kali Linux 2021.3, é mencionado que A configuração do OpenSSL foi alterada para obter a melhor compatibilidade possível, incluindo o retorno padrão de suporte para protocolos e algoritmos legados, incluindo TLS 1.0 e TLS 1.1. Para desabilitar algoritmos desatualizados, você pode usar o utilitário kali-tweaks (Hardening / Strong Security).

Outra novidade que se destaca é que O trabalho de sessão ao vivo sob o controle de sistemas de virtualização foi melhorado VMware, VirtualBox, Hyper-V e QEMU + Spice, por exemplo, a capacidade de usar uma única área de transferência com o sistema host e o suporte para a interface de arrastar e soltar foi aprimorada foi adicionado. A configuração específica de cada sistema de virtualização pode ser alterada usando o utilitário kali-tweaks (seção de virtualização).

Por outro lado, dentro das atualizações que se destacam da nova versão, por exemplo, o desktop KDE foi atualizado para a versão 5.21, além do fato de que o suporte foi melhorado para Raspberry Pi, Pinebook Pro e vários dispositivos ARM.

Além disso, se foi preparado pelo TicHunter Pro, uma variante da edição NetHunter para o smartwatch TicWatch Pro. O NetHunter fornece ambientes de dispositivos móveis baseados na plataforma Android com uma seleção de ferramentas para testar sistemas quanto a vulnerabilidades. Com o NetHunter, é possível verificar a implementação de ataques específicos em dispositivos móveis, por exemplo, através da emulação de dispositivos USB e da criação de pontos de acesso não autorizados (MANA Evil Access Point). O NetHunter é instalado no ambiente padrão da plataforma Android na forma de uma imagem chroot, que executa uma versão especialmente adaptada do Kali Linux.

Em relação aos novos utilitários podemos encontrar:

  • Berate_ap - Crie pontos de acesso sem fio desonestos.
  • CALDERA: é um emulador da atividade dos cibercriminosos.
  • EAPHammer: Realizando um ataque a redes Wi-Fi com WPA2-Enterprise.
  • HostHunter: detecção de hosts ativos na rede.
  • RouterKeygenPC - Crie chaves para WPA / WEP Wi-Fi.
  • Subjack: Capture subdomínios.
  • WPA_Sycophant - Implementação de cliente para ataque de retransmissão EAP.

Baixe e obtenha o Kali Linux 2021.3

Para aqueles que estão interessados ​​em testar ou instalar diretamente a nova versão da distro em seus computadores, eles devem saber que podem baixar uma imagem ISO completa no site oficial da distribuição.

As compilações estão disponíveis para arquiteturas x86, x86_64 e ARM (armhf e armel, Raspberry Pi, Banana Pi, ARM Chromebook, Odroid). Além da compilação básica com Gnome e uma versão reduzida, variantes são oferecidas com Xfce, KDE, MATE, LXDE e Enlightenment e17.

Enfim sim Você já é um usuário do Kali Linux, basta ir ao seu terminal e executar o seguinte comando que se encarregará de atualizar seu sistema, por isso é necessário estar conectado à rede para poder realizar este processo.

apt update && apt full-upgrade


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Um comentário deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Paul Cormier CEO da Red Hat, Inc. dito

    Direto para fazer o download. Eu não toquei nela por anos
    Artigo muito bom, bem detalhado