Lançada a nova versão do GNU Guile 3.0 e estas são suas mudanças mais importantes

gnu-guile-logo

GNU Guile é o intérprete preferido para o projeto GNU, tem uma implementação da linguagem de programação Scheme. Astúcia inclui extensões modulares para muitas tarefas programação, como chamadas para sistemas POSIX, entre outros.

Para estender os programas, Guile tem libguile, uma biblioteca que permite sua inserção em outros programas e integração precisa através da interface de programação de aplicativos (API) da linguagem C. Da mesma forma, novos tipos e sub-rotinas definidas por meio desta API podem ser disponibilizados ao usuário como extensões do Guile.

Suporta a capacidade de incorporar o código em aplicativos em outras linguagens de programação. Guile pode ser usado como uma linguagem para desenvolver extensões de aplicativos, definir configurações ou desenvolver componentes para conectar as várias primitivas fornecidas pelo aplicativo. Guile é a linguagem oficial de desenvolvimento de extensão para o sistema operacional GNU.

Sobre Gnu Guile

O núcleo de Guile é uma máquina virtual eficiente que executa um conjunto de instruções portátil gerado por um compilador de otimização especial. Máquina virtual Guile se integra perfeitamente com o código do aplicativo C e C ++.

Além da linguagem Scheme, que suporta especificações R5RS, R6RS e R7RS, o projeto Guile também desenvolveu compiladores para outras linguagens, como ECMAScript, Emacs Lisp e Lua (em desenvolvimento).

A ideia principal do Guile Scheme é para o desenvolvedor implementar algoritmos críticos e estruturas de dados em C ou C ++ e exportar as funções e tipos para uso pelo código interpretado.

Portanto, o Guile Scheme, e outras linguagens implementadas pelo Guile, podem ser estendidas com novos tipos e sub-rotinas implementadas através da API C.

A distribuição padrão oferece módulos para chamadas de sistema POSIX, planejadores, uma interface de função estrangeira, expressões baseadas no processamento XML de SXML, SXPath e SXSLT.

Também inclui o protocolo HTTP e outras APIs da web, cLimitando a continuação, programação vetorial e outras funções. Programas escritos em Guile podem usar os recursos da SLIB, a biblioteca portátil do Scheme.

O pacote inclui uma biblioteca de módulos que implementam funções de serviço padrão, como trabalhar com o protocolo HTTP, análise XML e o uso de métodos de programação orientados a objetos.

Principais novos recursos do GNU Guile 3.0

Uma inovação chave no GNU Guile 3.0 foi o aparência de um compilador JIT, além do intérprete e compilador de bytecode proposto anteriormente, executado em uma máquina virtual especial que está vinculada à aplicação na forma de uma biblioteca.

O JIT permite gerar código de máquina em tempo real e acelera significativamente a execução de aplicativos Guile (os testes mostram até 4x de aceleração). O compilador JIT suporta arquiteturas x86-64, i686, ARMv7 e AArch64.

Também destaca-se que foi adicionado suporte para a nova especificação de linguagem Scheme R7RS e módulos de biblioteca definidos nele.

En solicitação http, obtenção http e outros procedimentos relacionados ao cliente web, a capacidade de baixar conteúdo por meio de um canal de comunicação criptografado usando TLS foi adicionado com a verificação correta de certificados.

Da parte da máquina virtual Guile, foram feitas melhorias para suportar o bytecode nível mais baixo, permitindo que você aplique otimizações avançadas.

Das outras mudanças que foram incorporados nesta nova versão:

  • Suporte para combinar definições e definições internas definidas (define _ (começar (foo) #f)).
  • Uma implementação unificada de um tipo de dados estruturados («registros").
  • Os primitivos de tratamento de exceção (lançar e pegar) foram reprojetados.
  • Os links são definidos para sintaxe estendida "Outro«,«=>«,«...« y "_".

Como instalar o Gnu Guile 3.0?

Para os interessados ​​em instalar o Guile Em seu sistema, você pode baixar o código-fonte do aplicativo e compilá-lo.

Por esta devemos abrir um terminal e nele vamos digitar:

wget -r ftp://ftp.gnu.org/gnu/guile/guile-3.0.0.tar.gz

Agora vamos compilar com:

zcat guile-3.0.0.tar.gz | tar xvf -
cd guile-3.0.0
./configure
make
make install


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.