Linux Mint 21 chega com Linux 5.15, Cinnamon 5.4, Mate 1.26 e mais

Recentemente, o lançamento da nova versão do Linux Mint 21 que é baseado no Ubuntu 22.04 LTS e com o qual receber também atualizações do sistema que são suportadas pelos próximos 5 anos, ou seja, até 2027.

O Linux Mint 21 traz um conjunto considerável de mudanças em comparação com o lançamento do Linux Mint 20.3 que foi introduzido no início do ano.

Principais novos recursos do Linux Mint 21

Esta nova versão que se apresenta da distribuição ele vem com o kernel Linux. 5.15 apresentando (entre outras alterações) um novo driver de sistema de arquivos NTFS (útil para interface com partições do Windows), Melhorias no sistema de arquivos EXT4 (Mint usa EXT4 por padrão), além de melhor suporte de hardware, patches de segurança, correções de bugs e muito mais.

Linux Mint 21 vem por padrão com o Cinnamon 5.4, a versão mais recente de sua interface de usuário relativamente leve e orientada para WIMP, bem como suporte adicionado para o formato Webp para o visualizador de imagens Xviewer, a navegação em diretórios foi aprimorada e, mantendo pressionadas as teclas do cursor, as imagens são exibidas como uma apresentação de slides, com atraso suficiente para visualizar cada imagem.

Linux Mint 21 "Vanessa" vem com uma nova ferramenta Bluetooth para conectar dispositivos. A nova ferramenta chama-se Blueman e substitui o aplicativo Blueberry. um aplicativo GTK que usa a pilha Bluez. Homem azul está habilitado para todos os desktops enviados e fornece um indicador de bandeja do sistema mais funcional e um configurador que suporta ícones simbólicos. Comparado ao Blueberry, o Blueman tem melhor suporte para fones de ouvido sem fio e dispositivos de áudio e fornece recursos avançados de monitoramento e diagnóstico.

Utilitário warpinator, projetado para a troca de arquivos criptografados entre dois computadores em uma rede local, agora oferece links para mecanismos alternativos para Windows, Android e iOS se nenhum dispositivo de compartilhamento for encontrado.

A interface do usuário do programa Thingy foi melhorada, projetado para renomear arquivos no modo em lote, além de suporte adicional ao navegador e opções adicionais para o Web Application Manager (WebApp).

O suporte aprimorado para impressão e digitalização de documentos utilizando o protocolo IPP, que dispensa a instalação de drivers. HPLIP foi atualizado para a versão 3.21.12 para suportar novas impressoras e scanners HP. Para desativar o modo sem driver, basta remover os pacotes ipp-usb e sane-airscan, após o qual você pode instalar os drivers clássicos para scanners e impressoras fornecidos pelo fabricante.

Ao desinstalar um aplicativo do menu principal (o botão de desinstalação no menu de contexto), o uso do aplicativo como dependência agora é levado em consideração (um erro é retornado se outros programas dependerem do aplicativo que está sendo removido). Além disso, a desinstalação agora remove as dependências relacionadas ao aplicativo que foram instaladas automaticamente e não usadas por outros pacotes.

Das outras mudanças que se destacam:

  • Na interface de seleção de fontes de instalação de aplicativos, nas listas de repositórios, PPAs e chaves, você pode selecionar vários itens ao mesmo tempo.
  • Ao trocar uma placa gráfica por meio do applet NVIDIA Prime, o switch agora permanece visível e permite desfazer a ação imediatamente.
  • As skins Mint-Y e Mint-X adicionaram suporte inicial para GTK4. Mudou a aparência do tema Mint-X, que agora é construído usando a linguagem SASS e suporta aplicativos que usam o modo escuro.
  • O desempenho do código foi otimizado, os aplicativos foram atualizados e adicionados, as caixas de diálogo de configuração e as interfaces dos aplicativos foram redesenhadas e aprimoradas.
  • As edições de desktop Xfce e MATE vêm com Xfce 4.16 y MATE 1.26.
  • Da versão 1.66.2 para 1.70 O interpretador JavaScript foi atualizado 
  • O gerenciador de janelas Muffin foi portado para a nova base de código do gerenciador de janelas Metacity

baixar

Por fim, se você estiver interessado em poder testar esta nova versão, poderá obter as imagens geradas a partir desta nova versão, no link a seguir.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

2 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Richo dito

    muito obrigado por compartilhar esta notícia, adoro linux mint, mas acho que há um erro no app para renomear arquivos em lotes acho que se chama Bulky e se não me engano Thingy é para documentos e pdf's, caso contrário é Ótimo, muito obrigado!!.

  2.   empregado dito

    pronto já está instalado, com o desktop Xfce