MilagrOS 3.1: já estão em andamento trabalhos na segunda versão do ano

MilagrOS 3.1: já estão em andamento trabalhos na segunda versão do ano

MilagrOS 3.1: já estão em andamento trabalhos na segunda versão do ano

Como muitos já sabem, MX Linux além de ser um boa e inovadora distribuição GNU/Linux, inclui ferramentas próprias legais, cuidadosamente melhorado e atualizado. Isso e muito mais, fez com que ele estivesse constantemente no DistroWatch Top 10 de 2018. No meu caso, conheci-a precisamente nesse ano, o que me levou a deixar de usar Ubuntu (18.04), com o qual gerou um reskin chamado Mineiros Por meio do aplicativo sistema de volta.

Enquanto, agora e desde 2018, através MX Linux e sua ferramenta Instantâneo MX Eu lidero o desenvolvimento de Milagres GNU / Linux. E já que, em breve vou lançar um nova versão sob o nome e número «Milagres 3.1», hoje vou compartilhar um pouco de sua desenvolvimento atual e suas novidades incluir.

Respin MilagrOS: Nova versão 3.0 - MX-NG-22.01 disponível

Respin MilagrOS: Nova versão 3.0 – MX-NG-22.01 disponível

E, antes de entrar totalmente no assunto de hoje, sobre as novidades que serão incluídas no “Milagres 3.1”, deixaremos alguns links para posts relacionados anteriores para leitura posterior:

Respin MilagrOS: Nova versão 3.0 - MX-NG-22.01 disponível
Artigo relacionado:
Respin MilagrOS: Nova versão 3.0 – MX-NG-22.01 disponível

GNU / Linux Miracles: Novo respin disponível! Respines ou distros?
Artigo relacionado:
GNU / Linux Miracles: Novo respin disponível! Respines ou distros?

MilagrOS 3.1: Segunda versão do ano 2022

MilagrOS 3.1: Segunda versão do ano 2022

Quais novos recursos o MilagrOS 3.1 – MX-NG-22.10 incluirá?

Entre as notícias em destaque que, atualmente estou testando “Milagres 3.1”, para uso e fruição do Comunidade Linuxera atualmente usando, posso mencionar o 5 novidades principais seguinte:

  1. Um tamanho ISO ligeiramente maior: Da versão anterior (3.0) cujo tamanho ISO era de 3.0 GB, agora a nova versão virá em tamanho ISO de 3.6 GB. O que significa que, enquanto o anterior ocupava 9 GB no disco rígido, o futuro ocupará 11 GB.
  2. Novo ambiente de desktop e gerenciador de janelas incluído: Enquanto a versão anterior incluía apenas XFCE e FluxBox já instalados e funcionais, a nova incluirá adicionalmente LXDE + OpenBox e apenas OpenBox.
  3. Novo visual gráfico para XFCENota: Como o XFCE é seu ambiente de trabalho padrão, ele virá com 2 painéis novamente, mas com um novo rearranjo de todos os seus elementos (widgets). No antigo, havia um painel superior com um menu global e caixas de informações do sistema. No novo, ele não existe mais, mas incorpora um painel lateral à direita com apenas lançadores para aplicativos essenciais, menu de aplicativos e um botão de ação (desligar, reiniciar, hibernar, sair e muito mais). Considerando que, o painel inferior apresentará um botão de janelas centralizadas (abrir), um relógio (hora/data) à direita e uma notificação, pulseaudio (volume) e plug-in da bandeja de status à esquerda.
  4. Fusão com a IU do Twister: Que é um tema visual avançado nativo do Distro Twister OS, que nos permite oferecer uma aparência gráfica Linux diferente e interessante, que simula a GUI de outros sistemas operacionais proprietários, como Windows e macOS. Portanto, podemos usar novos temas gráficos, pacotes de ícones e papéis de parede de forma automática ou personalizada.
  5. Inclusão do software GNOME com suporte para Flatpak: Para uma melhor experiência do usuário, na hora de instalar facilmente qualquer aplicativo.
Snapshot MX: Como criar um Respin MX Linux pessoal e instalável?
Artigo relacionado:
Snapshot MX: Como criar um Respin MX Linux pessoal e instalável?

Twister OS e Twister UI: Distro para Raspberry Pi e Tema Visual Avançado
Artigo relacionado:
Twister OS e Twister UI: Distro para Raspberry Pi e Tema Visual Avançado

5 outras notícias relevantes

10 outras notícias relevantes

  1. Todos os aplicativos serão atualizados até o mês de outubro.
  2. Adicionado o aplicativo Loc-OS Distro LPKG (Gerenciador de Pacotes de Baixo Nível).
  3. Ele foi incluído no pacote ia32-libs (biblioteca multi-arquitetura) do Linux Mint.
  4. Ele virá com alguns novos aplicativos incluídos, além de alguns antigos, desnecessários e repetidos (de funções semelhantes) removidos, para melhor uso offline (Sem Internet).
  5. Incluirá, em caráter experimental, a versão 0.1 do LPI-SOA (Linux Post Install – Advanced Optimization Script) desenvolvido pelo Projeto Tic Tac, especialmente para o MilagrOS.
  6. Adicionados os seguintes pacotes: Compiz Fusion (para efeitos visuais avançados), Sunrise Visual Theme and Elementary Icon Pack, OBS Studio, Ffmpeg, Audio Jack Server, Gtk2-engines, Gnome Sound Recorder, Simple Screen Recorder, AppMenu GTK2 e AppMenu GTK3, Espeak e Fala NG.
  7. Os seguintes pacotes órfãos e desnecessários foram removidos: LibreOffice Dmaths e Texmaths, Matcha e Numix Themes, Virtualbox*, Spice-vdagent, Wbar e Valgrind.
  8. Adicionados novos papéis de parede bonitos, para uma personalização melhor e mais fácil no estilo Windows, macOS e Ubuntu Linux. Além disso, as notificações multimídia foram incluídas ao iniciar o sistema operacional.
  9. Ele consumirá menos recursos de hardware (RAM/CPU) ao inicializar e, portanto, iniciará, desligará e funcionará mais rápido e de maneira otimizada em qualquer computador de 64 bits, com 1 GB ou mais. Por exemplo, no XFCE ele consumirá +/- 700 MB, enquanto no outro DE/WM o consumo será em torno de 512 MB.
  10. Seus requisitos mínimos de hardware para ser instalado e funcionar de forma otimizada serão os seguintes: Um computador de 64 bits com 2 núcleos de CPU e 1 GB de RAM.
Multiarch: Como instalar ia32-libs no MX-21 e no Debian-11?
Artigo relacionado:
Multiarch: Como instalar ia32-libs no MX-21 e no Debian-11?
Loc-OS 22 e LPKG: Nova versão para computadores antigos e poucos recursos
Artigo relacionado:
Loc-OS 22 e LPKG: Nova versão para computadores antigos e com poucos recursos

A evolução do MilagrOS GNU/Linux

A evolução do MilagrOS GNU/Linux

Para quem pode conhecer pouco sobre esse interessante Respin, vale ressaltar que essas foram as versões lançadas ao longo do tempo:

  • 3.1 (MX-NG-2022.10) = 10/22
  • 3.0 (MX-NG-2022.01) = 01/22
  • 2.3 (3DE4) = 09/21
  • 2.4 (3DE4) = 04/21
  • 2.2 (3DE3) = 12/20
  • 2.1 (3DE2) = 08/20
  • 2.0 (Devorador Ômega) = 04/20
  • 1.2 (Esperado) = 10/19
  • 1.1 (Fera Leaena) = 08/19
  • 1.0.1 (Nobilis Cor) = 05/18
  • 1.0 (Alfa Mater) = 10/18

Enquanto por mais informações sobre MilagrOS GNU/Linux, você pode explorar seus seção oficial através do seguinte link. Enquanto, para ver quase 100 capturas de tela, relacionadas a esta versão futura, você pode clicar no seguinte link.

Capturas de tela de sua futura aparição

Finalmente, aqui estão algumas capturas de tela de muitas existentes:

Até agora, as novidades. E só resta esperar pelo seu lançamento oficial no meio do próximo mês Outubro de 2022.

Resumo: Banner post 2021

Resumo

Em resumo, “Milagres 3.1” é uma nova versão que, à semelhança das anteriores, procura marcar a diferença, no que diz respeito ao uso tradicional e diário de GNU / Linux Distros. Ou seja, oferecer um máxima usabilidade e compatibilidade offline, para o usuário iniciante ou novato, principalmente, em qualquer computador moderno com recursos de hardware médios ou grosseiros. E neste caso em particular, destaca sua novo visual gráfico, e a incorporação de grandes aplicações, como, IU do Twister e software GNOME. Além da atualizações mais recentes de aplicações de base e segurança, de MX Linux e Debian GNU/Linux.

Se você gostou deste post, não deixe de comentar e compartilhar com outras pessoas. E lembre-se, visite nosso «página inicial» para explorar mais novidades, bem como aderir ao nosso canal oficial de Telegrama do FromLinux, Oeste grupo para mais informações sobre o tema de hoje.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

5 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Absurdo dito

    Meu Deus, que besteira, eu não instalo uma distro de 3.5 gigabytes, nem 3, nem brincadeira, esse é o antilinux total, é assim que eu também faço uma distro, acho tudo e tenho orgulho de ter 3.5 gb e ainda por cima diz que é para computadores de tamanho médio ou até de baixo recurso, hahaha isso é muito bom, para mover uma distro e cal de 3.5 giga que é média a bastante atualizada, se você não estiver claro, esses usuários do Linux me fazem rir da plasticina com seus respins anti-Linux.

    1.    Linux pós-instalação dito

      Saudações, Absurdo. Obrigado por seu comentário e nos forneça seu valioso ponto de vista do Linux sobre o referido MX Respin não oficial. Todos os pontos de vista são importantes e relevantes para aqueles de nós que contribuem com algo para os outros. De resto, igualmente para você, sucesso, sorte e bênçãos em todas as suas contribuições para Software Livre, Open Source e GNU/Linux, sejam eles aplicativos, sistemas, Distros, Respines ou Documentação.

    2.    arazal dito

      Bem, acostume-se com a ideia porque cada vez que o ISOS, não só o MilagrOS pesa cada vez mais, é o que existe, por isso só são recomendados USBs inicializáveis, sem CDs ou DVDs.

  2.   ArtEze dito

    Eu me pergunto se é legal colocar o design do Windows XP, do Windows Vista em um sistema Linux, o que pensará Bill Gates, e todos os designers originais que se dedicaram a criar esses desenhos, vendo essa distribuição do MilagrOS… PC e dizer, oops, vou compactar meu precioso disco rígido NTFS, oh sim, estou no Linux… Oh, vou criar um link simbólico, ooh não, estou no Windows.

    Eu costumo ter uma barra de tarefas de 3 linhas, para que o dia da semana, a data e a hora com segundos possam ser vistos melhor, tanto no Linux quanto no Windows... Mostrar os segundos é vital, pois me diz se desligou o computador.

    1.    Linux pós-instalação dito

      Atenciosamente, ArtEze. Obrigado pelo seu comentário. Em relação ao primeiro, não saberia dizer se os criadores do Twister OS estão de alguma forma infringindo a lei, pois até onde sei eles não incluem nada original do Windows ou macOS, apenas fazem aproximações gráficas deles. Assim como o Kali, com seu programa Kali Undercover Mode, que disfarça o Kali Linux como Windows. Em relação ao segundo, já incluí sua recomendação dos segundos na exibição da hora, e ampliei o tamanho da data/hora para melhor visualização. Qualquer outra recomendação e sugestão é bem-vinda, para melhorar o referido Respin da Comunidade.