Repositório local CentOS 7 (espelho)

Se sim, trago aqui como fazer um espelho do CentOS 7. Quais são os benefícios disso? Dentre eles, você economiza largura de banda da Internet, mantém uma cópia local de seus repositórios com os quais os downloads e instalações são muito mais rápidos, e o principal de todos é muito útil como servidor de atualização se você tiver 10 servidores ou 1000 estações de trabalho com CentOS Acho que esta é a sua melhor opção porque pode oferecer um serviço de atualização rápido e com a velocidade da sua rede LAN.

Agora, você pode fazer o seu espelho de cerca de 10 maneiras, mas vou te dizer aquela que na minha opinião é a mais rápida e confortável, bem você pode fazer o seu espelho em qualquer distribuição que suporte rsync. Yesiiiiii! qualquer um, você pode ler apenas a parte rsync, fazer um repositório centOS local no ubuntu, debian, fedora, redhat, slackware, todos eles suportam rsync

rsync é um aplicativo gratuito para sistemas do tipo Unix e Microsoft Windows que oferece transmissão eficiente de dados incrementais, que também opera com dados compactados e criptografados. Usando uma técnica de codificação delta, ele permite sincronizar arquivos e diretórios entre duas máquinas em uma rede ou entre dois locais na mesma máquina, minimizando o volume de dados transferidos.

Prosseguimos para instalar o rsync
# yum install rsync

Uma vez instalado, você só precisa olhar na lista de Espelhos CentOS algum espelho perto de sua localidade que funcione com rsync (é a sexta coluna) Localização Rsync

Crie uma pasta onde você possa colocar o repositório, eu apenas fiz um espelho do CentOS 7 completo com isos e todas as pastas disponíveis, que ocuparam 38 GB, então leve em consideração se você vai fazer um espelho parcial de outras versões do centOS ou um espelho completo. Quanto espaço vai ocupar? É algo que você deve avaliar.

# mkdir -p /home/repo/CentOS/7

O repositório possui todas estas pastas:

  • atômico
  • centosplus
  • Nuvem
  • cr
  • extras
  • faixa rápida
  • isos
  • os
  • SCLO
  • armazenamento
  • atualizações
  • virt

O rsync funciona da seguinte maneira:

# rsync --delete-excluded --exclude "local" --exclude "isos" --exclude "*.iso"

  • Com a tag delete - excluded e –exclude, você pode ignorar pastas ou arquivos, por exemplo, uma pasta iso ou arquivos .iso, muito fácil, certo?

# rsync -aqzH --delete msync.centos.org::CentOS /path/to/local/mirror/root

  • Com a opção -Excluir, excluirá os arquivos que não existem mais na fonte.
  • -a arquivar e armazenar
  • -q modo silencioso, suprime mensagens de não erro
  • -z comprimir dados durante a transferência
  • -H mantenha os hard links, se você quiser, eu também recomendo a opção -l para manter links simbólicos

Como eu fiz isso? simples assim:

# rsync -avzqlH --delete --delay-updates rsync://ftp.osuosl.org/centos/7/ /home/repo/CentOS/7

Não se apresse, vou explicar porque fiz assim.

  • –Atualizar atualizações Coloque todos os arquivos atualizados ao final de todo o download, entendeu? Ou seja, ele não atualiza cada vez que baixa um novo arquivo, mas pelo contrário, se houvesse 100 novos arquivos, após terminar os 100 novos, faça rsync colocar no lugar
  • rsync: //ftp.osuosl.org/centos/7/ porque eu só quero fazer CentOS 7
  • / var / www / html / repo / CentOS / 7 onde vou colocar todos os meus arquivos que copio da fonte.

Não é necessário, mas recomendo o pacote criar repositório, simplesmente o que ele faz é fornecer a característica http e criar um índice para o seu repositório

# yum install createrepo

Em seguida, basta executar o comando apontando para o seu repositório

# createrepo /home/repo/CentOS/7

Agora que terminar, você deve compartilhá-lo de alguma forma, eu sempre uso um servidor http, continuando com o CentOS 7, você pode instalar um servidor web básico da seguinte forma (use httpd, não é apache)

# yum group install -y "Basic Web Server

Crie um link simbólico do site do repositório real para a pasta "www"

# ln -s /home/repo /var/www/html/repo

Nós criamos as pastas disponíveis e habilitadas para sites
# mkdir /etc/httpd/sites-available
# mkdir /etc/httpd/sites-enabled

Editamos o arquivo httpd.conf para adicionar todos os nossos sites habilitados para sites ativos

# vi /etc/httpd/conf/httpd.conf

Adicione esta linha ao final do arquivo
Incluir sites opcionais habilitados / *. Conf

Nós criamos e editamos nosso site

# vi /etc/httpd/sites-available/repocentos.conf


ServerName repocentos.com
#ServerAlias ​​example.com
DocumentRoot / var / www / html / repo / CentOS /
ErrorLog /var/log/httpd/error.log
CustomLog /var/log/httpd/requests.log combinado

Ativamos nosso site criando um link simbólico

# ln -s /etc/httpd/sites-available/repocentos.conf  /etc/httpd/sites-enabled/repocentos.conf

Mudamos o proprietário e o grupo de arquivos e pastas do apache

# chown apache. www/ -R

Executamos o seguinte comando para que o servidor web inicie a partir do momento em que ligamos a máquina

# systemctl enable httpd.service

Reiniciamos o servidor web com o seguinte comando

# systemctl restart httpd

Como podemos usar isso?

Crie um arquivo em /etc/yum.repos.d/local.repo e cole as seguintes linhas:

[os] name = master - Base baseurl = http: //ip ou url/ repo / CentOS / $ releasever / os / $ basearch / gpgcheck = 1 gpgkey = file: /// etc / pki / rpm-gpg / RPM-GPG-KEY-CentOS-7 [updates] name = master - Atualizações baseurl = http: //ip ou url/ repo / CentOS / $ releasever / updates / $ basearch / gpgcheck = 1 gpgkey = file: /// etc / pki / rpm-gpg / RPM-GPG-KEY-CentOS-7 [extras] name = master - Extras baseurl = http: //ip ou url/ repo / CentOS / $ releasever / extras / $ basearch / gpgcheck = 1 gpgkey = file: /// etc / pki / rpm-gpg / RPM-GPG-KEY-CentOS-7 [centosplus] name = master - CentosPlus baseurl = http: //ip ou url/ repo / CentOS / $ releasever / centosplus / $ basearch / gpgcheck = 1 gpgkey = file: /// etc / pki / rpm-gpg / RPM-GPG-KEY-CentOS-7

Nós atualizamos os repositórios com:
# yum clean all

# yum repolist all

# yum update

Bem, é isso por enquanto. Como sempre, lembre-se de acompanhar de perto meu post e este site. Comentem e assim todos nós compartilhamos nossos conhecimentos, até a próxima !!!


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

11 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   elendilnarsil dito

    O Centos é adequado para uso em um PC desktop de usuário final? Ou é um desperdício de recursos? Venho testando via Live-usb e gostei muito.

    1.    Brody Dalle dito

      É muito estável, realmente é uma boa opção. Obrigado pelo seu comentário

    2.    HO2Gi dito

      Caro elendilnarsil use o Fedora como usuário final com centos você tem que trabalhar muito e é um servidor muito estável.

  2.   Gonzalo Martinez dito

    O poder pode. Mas não é muito adequado para desktops de usuários normais.

    Não se surpreenda se o Wifi ou algum mergulhador de não sei, web camera, (já que inclui drivers mais que nada de servidor hard), que no repo não existe pacote de não sei, codecs, automação de escritório, ou algo assim, ou que os pacotes são antigos (mas estáveis ​​como o ferro)

    1.    Brody Dalle dito

      Não concordo com você, existem repositórios oficiais orientados para esse fim, como epel e nux https://wiki.centos.org/TipsAndTricks/MultimediaOnCentOS7

  3.   Gonzalo Martinez dito

    Indo para o artigo, excelente !!

    Quando você tem um grande número de computadores Linux, as instalações são muito mais rápidas e práticas.

    1.    Brody Dalle dito

      isso mesmo, obrigado pelo seu comentário

  4.   alexmanafan dito

    Olá colega, posso cancelar e retomar o download do repo? continuar de onde saí?
    obrigado

  5.   luis dito

    uma duvida amigo, como eu consumo o repo pelo http, ou seja, vejo a estrutura do repo do httpd
    http://172.16.1.9 Pego a página do apache, mas quero colocar http://172.16.1.9/??? para ver a estrutura por http.

    obrigado

  6.   odhnamra dito

    Preciso fazer uma pergunta para dúvidas que surgiram ...
    rsync -avzqlH –delete –delay-updates rsync:…. Até aí está ok mas não tenho que colocar onde será copiado depois?
    Por exemplo: rsync -avzqlH –delete –delay-updates rsync:…. / run / media / miuser / Data / repository / centos7 / 7 /

  7.   Imagem de espaço reservado de Daniel Morales dito

    Querida boa tarde

    Procurando informações na Web, encontrei este manual interessante que você escreveu, Parabéns por isso. Minha dúvida surge porque quero criar um Mirror com várias distribuições Linux, Centos, OracleLinux, Debian, todas com suas últimas versões que instalei na empresa. Mas como posso fazer com que o mesmo servidor espelho armazene várias distribuições e versões? Devo criar outra pasta com o nome das distribuições e assim por diante? Esses repositórios são atualizados automaticamente ou tenho que executar um comando de vez em quando? Atento aos teus comentários. Feliz Dia