openSUSE Leap 15.2 agora disponível e com suporte para alguns AI

A nova versão de O openSUSE Leap 15.2 foi finalmente lançado e vem com algumas mudanças e melhorias úteis, das quaiss destaca o suporte adicionado para trabalhar com algumas ferramentas de inteligência artificial (AI), como Tensorflow, PyTorch e Prometheus, bem como melhorias para trabalhar com contêineres.

Para quem ainda não conhece o projeto openSUSE, eles deveriam saber disso é um esforço para promover o Linux em todas as situações., é controlado por sua comunidade e conta com contribuições de pessoas que trabalham como testadores, escritores, tradutores, especialistas em ergonomia, embaixadores ou desenvolvedores.

É um projeto que cobre uma ampla variedade de tecnologias e a distribuição openSUSE Leap vem como um sistema operacional versátil completo, estável e fácil de usar.

OpenSUSE Leap 15.2 Principais novos recursos

Esta nova versão do openSUSE Leap 15.2 inclui atualizações de segurança, novos pacotes importantes, correções de bugs e outras melhorias.

Mas de todas as mudanças que estão incluídas no openSUSE Leap 15.2, uma das principais e que poderia ser considerada como a principal característica é que agora a distribuição pode usar frameworks e aplicativos de aprendizado de máquina e aprendizagem profunda por meio de suporte adicional para Tensorflow, PyTorch, ONNX, Grafana e Prometheus.

Quanto ao kernel do sistema, Podemos encontrar o kernel do Linux v5.3.18. Esta é uma atualização do Linux Kernel v4.12, que estava no Leap v15.1. O kernel Leap é o mesmo usado no SUSE Linux Enterprise 15 Service Pack 2.

Embora isso não seja tudo, já que no openSUSE Leap 15.2, um kernel em tempo real foi introduzido para gerenciar a sincronização do microprocessador para lidar com eventos críticos de forma eficiente.

Outra mudança que se destaca nesta nova versão do openSUSE é que O Kubernetes está incluído no pacote oficial. O objetivo é ajudar os usuários finais a automatizar facilmente as implantações, dimensionar e gerenciar aplicativos em contêineres.

Capacete (o gerenciador de pacotes para Kubernetes) também está incluído. Não apenas limitado a isso, você também encontrará outras adições aqui e ali que tornam mais fácil proteger e implantar aplicativos em contêineres.

Além disso, você também pode encontrar várias outras adições que tornam mais fácil proteger e implantar aplicativos em contêineres.

Por outro lado, as melhorias em o ambiente de trabalho que é Plasma 5.18 LTS, este é o terceiro lançamento de suporte de longo prazo da equipe do KDE Plasma.

O Leap 15.2 inclui esta nova versão LTS, embora ela seja atualizada e mantida pelos contribuidores do KDE pelos próximos dois anos (as versões regulares são mantidas por 4 meses). No Plasma 5.18, novos recursos podem ser encontrados Eles tornam as notificações mais claras, as configurações mais otimizadas e a aparência geral mais atraente.

Além disso, O instalador do openSUSE recebeu melhorias do qual eu sei Eles adicionaram mais informações, suporte para idiomas da direita para a esquerda, como o árabe, e mudanças sutis para tornar mais fácil selecionar opções no momento da instalação.

Finalmente outra das mudanças que se destacam nesta nova versão, são as melhorias do YaST.

Embora o YaST já seja uma ferramenta de instalação e configuração bastante poderosa, esta versão adiciona a capacidade de criar e gerenciar um sistema de arquivos Btrfs e aplicar técnicas de criptografia avançadas.

Além disso, você deve estar ciente da disponibilidade do openSUSE no subsistema Windows para Linux. Portanto, com o Leap 15.2, a compatibilidade do YaST com o WSL foi aprimorada de acordo com suas notas de versão.

Baixe o openSUSE Leap 15.2

Para os interessados ​​em testar esta nova versão do openSUSE Leap 15.2, podem obter a imagem do sistema diretamente do site oficial da distribuição. 

O link para obter a imagem é essa.

Já aqueles que ainda estão na versão anterior e desejam atualizar para a nova versão, eles podem atualizar sua instalação atual para esta nova, eles podem seguir o instruções oficiais.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.