Python 2.7.18, a última versão corretiva do Python 2.7 e o branch 2.x

Python 2.7.18

A Python Software Foundation revelou faz alguns dias o lançamento do Python versão 2.7.18, sendo isso é a versão mais recente do branch Python 2.x. E é que desde o lançamento do Python 3.0, foi feita a recomendação de abandonar as versões anteriores do Python em favor desta última versão.

Em março de 2019, Guido van Rossum, criador e líder do projeto de linguagem de programação Python, anunciou que o suporte para python versão 2.7 terminaria em 1º de janeiro de 2020. Após esse prazo, o Python 2.7 não se beneficiará mais com nenhuma atualização, nem mesmo para correções de segurança.

Obviamente, é sempre possível para os desenvolvedores indie bifurcar o Python 2.7 para garantir sua continuidade. Mas para Guido van Rossum, não teremos mais que esperar que ele e sua equipe recebam atualizações ou mesmo decisões relacionadas ao desenvolvimento do Python 2.7.

O Python 2.7 está em desenvolvimento ativo desde o lançamento do Python 2.6, há mais de 11 anos. Ao longo desses anos, os desenvolvedores de CPython e contribuidores principais aplicaram determinadas correções de bugs no branch 2.7, o que não é uma tarefa fácil, já que os branches Python 2 e 3 divergiam.

Houve grandes mudanças no meio da vida do Python 2.7, como o recurso do PEP 466, que oferece suporte ao módulo SSL e à randomização de hash. Tradicionalmente, esses recursos nunca teriam sido adicionados a uma versão do modo de manutenção, mas foram feitas exceções para manter os usuários do Python 2 seguros. Obrigado à comunidade CPython por sua dedicação.

Lembre-se que Python é uma linguagem de programação interpretado desenhado pelo programador holandês Guido van Rossum em 1991.

O ramo de Python 2.7 foi formado em 2010 e seu suporte foi originalmente planejado para ser descontinuado em 2015Mas, devido à migração insuficientemente ativa de projetos no Python 3 e aos problemas encontrados durante o processamento do código, a vida útil do Python 2 foi estendida até 2020.

Python 3 foi desenvolvido em paralelo e lançado há mais de 11 anos pela primeira vez. A quebra de compatibilidade com o Python 2 foi muito controversa na época, mas o Python 3 deveria ser a variante principal da linguagem e o Python 2 não foi mais alterado significativamente após a versão 2.7, mas permaneceu. Oficialmente, o suporte para Python 2 não está mais disponível.

Embora oficialmente o projeto CPython não lidará mais com Python 2, representantes da comunidade interessados ​​em continuar o apoio a esta filial em seus produtos continuará trabalhando na correção de vulnerabilidades no Python 2.7.

Por exemplo, a Red Hat continuará a manter pacotes com Python 2.7 para todo o ciclo de vida das distribuições RHEL 6 e 7 e, para RHEL 8, ele gerará atualizações de pacote no Application Stream até junho de 2024.

Sobre este novo lançamento em comparação com 2.7.17, Python 2.7.18 contém apenas um punhado de correções, como você pode ver no sistema de controle de versão.

Esta é a última atividade que os desenvolvedores Python assumiu oficialmente nesta versão do Python. Desde o lançamento do Python 2.0 em 2000, o Python 2.x foi o principal ramo da linguagem por muitos anos com melhorias contínuas até o Python 2.7, que apareceu há quase 10 anos.

O Python 2.7 teve a sorte de contar com os serviços de duas gerações de criadores de binários e especialistas em sistemas operacionais, Martin von Löwis e Steve Dower para Windows, e Ronald Oussoren e Ned Deily para macOS. O motivo pelo qual fornecemos versões binárias do Python 2.7 para macOS 10.9, um sistema operacional descontinuado pela Apple 4 anos atrás, ou o motivo da existência do "Microsoft Visual C ++ Compiler para Python 2.7" é a dedicação dessas pessoas.

Lembre-se de que o Python 2 também desaparece de muitas das distribuições Linux. Por exemplo, o Ubuntu 20.04 abandonou o Python 2, pois a versão 3.8.2 é fornecida por padrão.

Finalmente, para aqueles que estão interessados ​​em saber mais sobre o lançamento desta última versão corretiva do Python 2.7, você pode consultar a nota de lançamento no seguinte link.

Descarregar

Em relação ao download desta versão, você pode obter os pacotes de o seguinte link.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.