Slackel, uma distro baseada em Slackware e Salix com openbox

folga

Alguns dias atrás Dimitris Tzemos, desenvolvedor da distribuição Slackel, anunciou o lançamento da nova versão do Slackel 7.1 que vem com novas melhorias, atualizações de pacote e também apenas para 64 bits, um novo tema de ícone e também suporte de criptografia de arquivo persistente.

Para quem não conhece o Slackel posso te dizer que esta é uma distribuição Linux baseada em Slackware e Salix. É totalmente compatível com Slackware e Salix, mas a diferença é que inclui a versão atual do Slackware.

Assim Os usuários do Slackware podem se beneficiar dos repositórios do Slackel. Esta distribuição Linux está disponível em três edições diferentes, KDE, Openbox e Fluxbox. As imagens de disco Slackel são oferecidas em duas formas diferentes, imagem de disco de instalação e imagem de disco ao vivo.

Uma característica chave do Slackel é o uso do branch Slackware-Current constantemente atualizado e que o ambiente gráfico é baseado no gerenciador de janelas Openbox. 

Ao utilizar este gerenciador de janelas, a distro conta com ferramentas openbox (obconfi, obkey, obmenu) que nos ajudam a configurar o menu ou a aparência, bem como alguns programas de sistema para melhorar a experiência do usuário.

Além disso, Outro ponto positivo a destacar sobre a distribuição é que o Slackel possui um instalador gráfico “sli”, que facilita sua instalação.

Novos recursos principais do Slackel 7.1

Com esta nova versão do Slackel 7.1 a principal novidade que se destaca é que esta versão está disponível apenas nas versões 64 bits.

Slackel 7.1 adiciona novo suporte de criptografia de arquivo persistenteAo executar um script, o usuário será questionado se deseja criptografar o arquivo persistente, com o qual o usuário pode iniciar com a opção persistent nos menus.

O sistema entenderá que o arquivo persistente está criptografado e pedirá que você insira a senha criptografada para desbloqueá-lo.

Você pode usar esta função alterando o parâmetro changes = persistent para home = persistent.

Na implementação do modo live, foi possível salvar os resultados do trabalho entre as sessões usando criptografia.

Além disso, adicionado suporte para inicialização em sistemas UEFI e uma imagem iso híbrida que pode ser usada para instalação e inicialização em modo ao vivo.

slackel-64-7.1

Outra mudança importante com este novo lançamento foi a integração do Linux Kernel 4.19.12 com o qual a distribuição recebe as melhorias de segurança desta versão do Kernel.

Aparência

Conforme mencionado no início, o design de Este novo lançamento recebeu um novo pacote de ícones que é baseado no uso de adwaita-icon-theme e mate-icon-theme-faenza.

Aplicações

Em relação aos pacotes do sistema, muitos dos pacotes e aplicativos receberam atualizações. Os pacotes que foram atualizados são:

O navegador Midori 0.5.11, Firefox 63.0.1, Pidgin 2.13.0, Transmission-2.92, Wicd 1.7.4, Sylpheed-3.7.0 Thunderbird 60.4.0, SMPlayer 18.10, MPlayer 20180720, Exaile 3.4.5, smtube-18.1.0 .2.7, Asunder 3.12.2, Bracero 2.10.8 GIMP 3.40, Mtpaint 3.0.2, Abiword 1.12.34, Gnumeric 6.1.3, Libreoffice 0.8.18.1, Leafpad 6.1, Fbpanel 1.2.5 e PCManFm 1.33.0, Geany 8 , Openjre-161u12_b2.02, Grub-0.0.8 e Grub-Scripts-XNUMX.

Requisitos mínimos para instalar o Slackel 7.1

Para executar esta distribuição Linux em seu computador, você deve saber que deve ter pelo menos:

  • Processador de 64 bits
  • 512 MB de RAM
  • 8 GB de espaço no disco rígido

Baixe e obtenha o Slackel 7.1

Finalmente, para todos aqueles que desejam obter esta nova imagem do sistema e instalar esta distribuição Linux em seus computadores ou simplesmente testar o sistema em uma máquina virtual.

Basta acessar o site oficial da distribuição e em sua seção de downloads poderá obter a imagem do sistema.

O link é este.

O tamanho da imagem de inicialização que pode funcionar no modo ao vivo é de 1.5 GB (x86_64).

Por último, se quiser saber um pouco mais sobre esta distribuição, pode visitar o seu site oficial onde nos fóruns poderá encontrar outras imagens do sistema, bem como a sua documentação.

Bem como guias do usuário para instalar esta distro.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.