Ubuntu 20.04.3 LTS vem com Linux 5.11, Mesa 21.0, atualizações e muito mais

A nova atualização de Ubuntu 20.04.3 LTS já foi lançado faça vários dias e nele mudanças relacionadas ao suporte aprimorado de hardware incluídas, Kernel do Linux e atualizações de pilha de gráficos, correções de bugs do instalador e bootloader.

também inclui as atualizações mais recentes para várias centenas de pacotes para resolver vulnerabilidades e problemas de estabilidade, além de atualizações semelhantes são lançadas para Ubuntu Budgie 20.04.3 LTS, Kubuntu 20.04.3 LTS, Ubuntu MATE 20.04.3 LTS, Ubuntu Studio 20.04.3 LTS, Lubuntu 20.04.3 LTS, Ubuntu Kylin 20.04.3. 20.04.3 LTS e Xubuntu XNUMX LTS.

Esta versão de terceiro ponto reúne todas as atualizações de software lançadas até o momento, bem como os vários patches de segurança e extensas correções de bugs.

Principais novos recursos do Ubuntu 20.04.3 LTS

Ubuntu LTS 20.04.3 inclui algumas das melhorias do Ubuntu versão 21.04 dos quais podemos descobrir que a atualização foi feita para os pacotes junto com o kernel versão 5.11, uma vez que o Ubuntu 20.04 e 20.04.1 usaram o kernel 5.4 e 20.04.2 usaram o kernel 5.8.

Como de costume, HWE (Hardware Enablement Stack) foi atualizado com a chegada do kernel Linux 5.11 Esta versão inclui vários aprimoramentos para Btrfs, destacando as opções de montagem para usar ao recuperar dados de sistemas de arquivos danificados, bem como remover o suporte para a opção de montagem anteriormente obsoleta "inode_cache". Preparou o código para suportar blocos com metadados e dados menores que um página (PAGE_SIZE), bem como suporte para zoneamento de espaço.

Além disso um novo mecanismo foi adicionado para interceptar chamadas do sistema, com base em prctl () e isso permite lançar exceções do espaço do usuário ao acessar uma chamada de sistema específica e emular sua execução. Esta funcionalidade é solicitado no Wine e no Proton para emular chamadas do sistema Windows, que é necessário para garantir a compatibilidade com jogos e programas que executam chamadas de sistema diretamente sem passar pela API do Windows.

Para arquitetura RISC-V, foi adicionado suporte para o sistema de alocação de memória do Alocador de Memória Contígua (CMA), que é otimizado para alocar grandes áreas de memória contíguas usando a técnica de movimentação de página. Para RISC-V, também existem ferramentas implementadas para limitar o acesso a / dev / mem e para contabilizar o tempo de processamento de interrupção.

Por parte dos controladores podemos encontrar a Tabela 21.0, além disso também ambiente desktop atualizado com GNOME Shell 3.36.9, LibreOffice 6.4.7, Mozilla Firefox 91, GCC 10.3.0, Python 3.8.10, containerd 1.5.2, ceph 15.2.13, snapd 2.49, cloud-init 20.4 e outros aplicativos do sistema.

Por parte dos componentes da pilha de gráficos que foram atualizados, eles incluem X.Org Server 1.20.11 e Mesa 21.0, que foram testados com a versão Ubuntu 21.04. Novas versões de drivers de vídeo foram adicionadas para chips Intel, AMD e NVIDIA.

Para sistemas de servidor, um novo kernel foi adicionado como uma opção no instalador, além de novos assemblies agora serão usados ​​para novas instalações apenas: sistemas previamente instalados podem receber todas as alterações presentes no Ubuntu 20.04.3 através do sistema de instalação de atualização padrão.

Devemos lembrar que um modelo de suporte de atualização contínua é usado para fornecer novas versões do kernel e a pilha de gráficos, por meio da qual kernels e drivers com backport serão suportados apenas até o lançamento da próxima atualização do patch de branch LTS do Ubuntu. Por exemplo, o kernel Linux 5.11 proposto na versão atual terá suporte até o Ubuntu 20.04.4, que oferecerá um kernel Ubuntu 21.10. Inicialmente lançado, o kernel base 5.4 terá suporte para um ciclo de manutenção completo de cinco anos.

Ao contrário das versões anteriores do LTS, as versões mais recentes do kernel e da pilha gráfica estarão envolvidas nas instalações existentes do Ubuntu Desktop 20.04 por padrão e não são oferecidas na forma de opções. Para reverter para o kernel básico 5.4, execute o comando:

Como atualizar para a nova atualização do Ubuntu 20.04.3 LTS?

Para aqueles que estão interessados ​​e estão no Ubuntu 20.04 LTS, eles podem atualizar seu sistema para a nova atualização lançada seguindo estas instruções.

Se forem usuários do Ubuntu Desktop, basta abrir um terminal no sistema (eles podem fazer isso com o atalho Ctrl + Alt + T) e nele digitarão o seguinte comando.

sudo apt install --install-recomienda linux-generic

No final do download e instalação de todos os pacotes, embora não seja necessário, recomendamos reiniciar o computador.

Agora, para aqueles que são usuários do servidor Ubuntu, o comando que eles devem digitar é o seguinte:

sudo apt install --install-recommends linux-generic-hwe-20.04

Por fim, se você tiver interesse em saber mais sobre o assunto, pode consultar os detalhes no link a seguir.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.