Use proxy em Openbox, Fluxbox, LXDE, Xfce e similares

O método que descrevo abaixo foi obtido traduzindo um artigo para o espanhol no Arch Wiki sobre usar um procuração. Este método deve ser perfeitamente válido para qualquer outra distribuição.

Ambientes de área de trabalho como Xfce o LXDE falta qualquer aplicativo que lhes permita gerenciar o uso de um Proxy Global no Sistema, da forma como podemos fazer em Gnome o KDE.

Variáveis ​​ambientais

Alguns programas (como o wget) usam variáveis ​​de ambiente da forma "protocol_proxy" para determinar a representação de um determinado protocolo (por exemplo, HTTP, FTP, ...).

Aqui está um exemplo de como definir essas variáveis:

export http_proxy=http://192.168.1.3:3128/
export https_proxy=http://192.168.1.3:3128/
export ftp_proxy=http://192.168.1.3:3128/
export no_proxy="localhost,127.0.0.1,localaddress,.localdomain.com"

Se quisermos tornar as variáveis ​​de ambiente de proxy mencionadas disponíveis para todos os usuários, podemos adicionar um script, por exemplo "Proxy.sh", Dentro de /etc/profile.d/. O script deve ter permissões de execução.

# chmod +x /etc/profile.d/proxy.sh

Alternativamente, você pode automatizar a troca de variáveis ​​adicionando uma função ao seu arquivo .bashrc como se segue:

function proxy(){
echo -n "username:"
read -e username
echo -n "password:"
read -es password
export http_proxy="http://$username:$password@proxyserver:8080/"
export https_proxy="http://$username:$password@proxyserver:8080/"
export ftp_proxy="http://$username:$password@proxyserver:8080/"
export no_proxy="localhost,127.0.0.1,localaddress,.localdomain.com"
echo -e "\nProxy environment variable set."
}
function proxyoff(){
unset HTTP_PROXY
unset http_proxy
unset HTTPS_PROXY
unset https_proxy
unset FTP_PROXY
unset ftp_proxy
echo -e "\nProxy environment variable removed."
}


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

10 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   rena dito

    a verdade eu nunca usei um proxy para o que é?

    1.    elav <° Linux dito

      Bem ... Um proxy tem muitos usos. Um proxy serve para interceptar as conexões de rede que um cliente faz a um servidor de destino. E aí, como eu estava dizendo, tem muitos usos. Vamos ver como te explico de uma forma simples:

      a) Digamos que no PC da sua empresa você navegue por um Proxy. Se ele tiver a função de cache e você entrar em, por exemplo, linux.net, todas as informações que você receber serão armazenadas em seu cache. Assim, quando você logar novamente em outro momento, o acesso será um pouco mais rápido porque você terá alguns itens no referido cache.

      b) Digamos que você se conecte de um PC de sua empresa e deseja acessar desdelinux.net. Quando você vai navegar naquele PC, ele faz a solicitação ao Servidor Proxy da sua empresa e de acordo com as restrições que você possui, este servidor envia a sua solicitação para a Internet ou rejeita.

      Esses são dois casos típicos. Um servidor proxy pode ser algo ou muito bom, ou muito, muito ruim (como no meu caso).

      Para mais informações, veja este link

      1.    coragem dito

        E também funciona para contornar filtros, não vamos esquecer

        1.    KZKG ^ Gaara <"Linux dito

          Esse é outro tipo de proxy 🙂

  2.   Arturo Molina dito

    Queria perguntar ao autor se ele já compartilhou uma conexão de internet via PAN (bluetooth)? Fiz isso no win 7 e no XP, no qual tinha a conexão, levantei um proxy (perProxy feito em java) e na outra máquina através do PAN, configurei o Firefox com IP e porta. Quando mudei para o Linux, não sabia mais fazer um PAN entre máquinas.

  3.   Ariel dito

    Olá tarde, bom,
    Sou um usuário Lubuntu feliz e tive o problema de usar minha conexão da faculdade (com proxy) diariamente e minha conexão doméstica (sem proxy). Portanto, se eu configurar o proxy de todo o sistema, tenho que ativá-lo e desativá-lo, dependendo se estou na faculdade ou não.

    Existe uma maneira de automatizar esse processo para que dependendo da rede Wi-Fi à qual você se conecta, ele possa ser ativado ou não?

    Uma saudação.

    1.    KZKG ^ Gaara dito

      Olá boa tarde 🙂
      Como você está configurando o proxy para seu sistema? Por qual comando?

      Eu poderia programar um script que detectasse o Wifi ao qual você está conectado, e dependendo de qual deles é ... use um proxy ou outro.

      Saudações e boas-vindas.

      1.    JerryKpgGenericName dito

        Olá a todos! Trabalho com o LXDE há algum tempo e, por uma questão semelhante à do Ariel, fui obrigado a configurar um proxy para me conectar à Internet.
        Eu estava examinando a documentação do AskUbuntu e me deparei com alguém que perguntou algo semelhante e a resposta foi muito útil! Deixo o link caso alguém esteja interessado em vê-lo: http://askubuntu.com/q/175172/260592
        E por fim, gostaria de saber se KZKG ^ Gaara programou o script que detecta Wifi e muda o proxy dependendo da rede ... A verdade seria muito útil se eu decidisse compartilhá-lo.

        Muito obrigado e saudações!

  4.   SLACKer dito

    Olá, estou usando o slackware 14.1 e fiz a parte do script direito, o que não encontrei no meu sistema foi o arquivo .bashrc

  5.   Baphomet dito

    Este artigo é antigo, mas vou escrever assim mesmo porque parece ser a coisa mais próxima do MEU problema:
    O que devo fazer quando meu usuário possui o formulário USER @ COMPANY? Se você prestar atenção; Duas arrobas ficarão na mesma linha!