Distribuições de lançamento contínuo: vantagens e desvantagens

Um leitor nos perguntou aqui em FromLinux vamos falar sobre o Distribuições Liberação de rolamento, quais são suas vantagens e desvantagens, então aqui está este artigo para falar um pouco sobre o assunto.

Imagine uma borracha em um carro que, à medida que avança, em vez de se desgastar, melhora e fortalece a borracha sem ter que ser trocada por nenhum motivo. Agora vamos substituir a borracha do carro por um Distribuição GNU / Linux e borracha para suas embalagens.

Para entender um pouco o que Liberação de rolamento, vamos tomar como exemplo Ubuntu (que obviamente não tem esse recurso). Ubuntu tem um lançamento de novas versões a cada 6 meses. É o que se chama de distribuição Liberação de Ponto, onde os pacotes são lançados de tempos em tempos.

Nesse período, há uma maratona de atualização de novos pacotes para a versão posterior e, portanto, podemos apresentar três problemas:

  • Temos que mudar os repositórios a cada 6 meses.
  • Instalar ou atualizar na versão já instalada pode causar erros ou apresentar problemas.
  • Os pacotes da versão anterior estão rapidamente se tornando desatualizados.

É por isso que é sempre recomendado fazer uma instalação limpa, do zero, embora em geral os mais afetados sejam os usuários com síndrome de versionite. Então, o que torna uma distro Liberação de rolamento?

Vamos levar archlinux como exemplo. Um usuário instala archlinux pela primeira vez e você não precisará reinstalar, a menos que tenha um problema muito sério no sistema. Depois de instalar todos os pacotes necessários, à medida que são atualizados com novas versões, você só terá que atualizá-los dos repositórios, incluindo pacotes de sistema como Núcleo.

Resumindo com um exemplo simples. Dentro Ubuntuvocê se usar gnome2 com Elegante, você teria que instalar Onérico (a versão posterior) ser capaz de usar gnome3. em archlinux, se você instalou usando gnome2, apenas atualizando (sempre que disponível, claro) você pode instalar gnome3 sem reinstalar o sistema e isso é o que chamamos Liberação de rolamento, ou seja, uma distribuição que está lançando atualizações de software no momento.

Vantagens

  • Você sempre terá os pacotes mais recentes disponíveis.
  • Não há necessidade de reinstalar Plataforma para ter os novos pacotes.
  • Se algum pacote tiver um Bug, quanto mais rápido ele for corrigido, mais rápido você poderá instalá-lo com a solução.

Desvantagens

  • Ter o software mais recente pode apresentar problemas ou erros de dependência incompatíveis (embora isso geralmente seja raro).
  • Se a distribuição não liberar atualizações seguidas pelo .iso instalação, teríamos que atualizar um número maior de pacotes.

Exemplo de distribuições Liberação de rolamento eles são Gentoo, arco, Kahel OS, Chakra, Sabayon, Foresight Linux. E algum leitor pode se perguntar E LMDE não Liberação de rolamento?

Com LMDE algo muito curioso acontece. Esta distribuição é baseada em Teste Debian que embora pareça ter um efeito rolando, Na verdade, não é. Para entender isso um pouco, vamos examinar a linha sources.list para Teste Debian:

deb http://ftp.debian.org/debian wheezy main contrib non-free
deb http://ftp.debian.org/debian testing main contrib non-free

Ambos trabalham atualmente para a filial ensaio de Debian. O problema é que, se usarmos o primeiro, quando enferrujado se tornassem estáveis, não usaríamos mais ensaio. No entanto, se usarmos o segundo, sempre usaremos a versão ensaio mudança.

O efeito de rolando é Teste Debian pelo simples fato de que os pacotes são atualizados todos os dias, e sempre que usamos ensaio não precisamos reinstalar o sistema. Mas a diferença é que, Teste Debian apenas atualize os pacotes mais recentes que são adicionados aos repositórios de este ramo, que não precisa necessariamente estar na versão mais recente lançada por seu desenvolvedor.

Vamos tomar como exemplo novamente Gnome. em Teste Debian pacotes de Gnome 3.0 y Gnome 3.2, mas separadamente, não o Ambiente de Trabalho cheio. Talvez se o ramo Sid for usado, o efeito rolando ser um pouco melhor, mas não é recomendado. Mas vamos voltar para LMDE que tem novos repositórios oficiais, e dependendo do que usarmos, teremos a sensação de que é rolando o no.

De qualquer forma, espero ter esclarecido um pouco sobre o assunto. Porém, se você acha que estou faltando alguma coisa, ou que estou errado, deixe seu comentário 😀


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

49 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   coragem dito

    Isso é o que é chamado de distribuição de liberação de pontos

    Não é um lançamento cíclico?

    Se a distribuição não lançar atualizações seguidas pela instalação .iso, teríamos que atualizar um número maior de pacotes.

    Uff, esse é um problema que você caga. Uma coisa que você pode fazer durante a atualização é dar um passeio com sua namorada, ou com KZKG ^ Gaara e ele explica que Arch é um inferno de um hahaha

    1.    jdgr00 dito

      Liberação de ponto, liberação de ciclo ... eles também são chamados de congelados

      1.    elav <° Linux dito

        Exato!!

    2.    elav <° Linux dito

      Eu o conheço como Liberação de Ponto.

    3.    KZKG ^ Gaara dito

      Sim ... isso é um ponto negativo, embora no final não faça muito sentido, porque como Rolling é o mesmo, o ISO seria descontinuado rapidamente 😉

    4.    Moscosov dito

      ... Uff, esse é um problema que você caga. Uma coisa que você pode fazer durante a atualização é dar um passeio com sua namorada, ou com KZKG ^ Gaara e ele explica que Arch é um inferno de um hahaha

      hahahahahahahahaha Eu ri disso…. Hahaha

  2.   jdgr00 dito

    Também é importante dizer que geralmente as versões Rolling não são numeradas ... por exemplo, Arch é apenas Arch, não há Arch 10.04 ou Arch 10.10 como o Ubuntu ... ..mas é apenas geralmente, porque por exemplo o Sabayon faz tem numeração (7 saiu recentemente), mas é uma rolagem

    Bom artigo

    Pura Vida

    1.    elav <° Linux dito

      Exatos, embora possam ser numerados, apenas para definir certos ciclos importantes. Mas de qualquer maneira, você está certo.

    2.    KZKG ^ Gaara dito

      Bom esclarecimento, eu não sabia disso de Sabayon. A parábola (baseada no Arch) também não tem versão, certo? Mas ... não que o Chakra Project tem?

      Saudações e obrigado por seus comentários 😀

      1.    coragem dito

        Chakra sim, mas entendo que não está rolando, está meio rolando

        1.    elav <° Linux dito

          Que mais dá? Está rolando 😛

        2.    truko22 dito

          A coragem está certa, está meio rolando, não rolando. As novas versões passam primeiro pelo repositório instável e, em seguida, pelos testes.

      2.    jdgr00 dito

        Chakra está rolando, a numeração que possui são instantâneos, ou seja, da imagem mais recente publicada do estado em que a distro se encontra em momento determinante ...... neste momento é a versão de setembro, por isso diz Chakra 2011.09 (nome da edn ) De qualquer forma, o Chakra tenta manter seu .iso atualizado, para que em uma nova instalação ele não precise atualizar tanto

        1.    KZKG ^ Gaara dito

          Sim, é o mesmo que sua distribuição pai: Arch 🙂
          Obrigado pelo esclarecimento 😉

  3.   Josh dito

    Excelente artigo, dissipa muitas das minhas preocupações em relação a essas distribuições; talvez mais tarde tente a sua sorte com o arco.
    Saudações e obrigado por esta informação, é muito útil para iniciantes como eu.

    1.    KZKG ^ Gaara dito

      De jeito nenhum, é um prazer saber que te ajudamos.
      Saudações e bem-vindo ao nosso humilde site 🙂

  4.   Karlinux dito

    Tenho sido usuário do Suse, Fedora, Opensuse, Mandrake, Mandriva, Ubuntu, Debian, Linux Mint, Gentoo,…. e ArchLinux, e por experiência em distribuição de distribuição ou como você quiser que seja chamado, não tive problemas de dependência, na verdade tive mais problemas ao atualizar de uma série do Ubuntu para outra do que no ArchLinux, onde estou, por exemplo . Infelizmente, se o Ubuntu não lançasse versões a cada 6 meses, não haveria notícias sobre a nova versão, e não seria tão "POPULAR", e para que conste, não o critico, é simplesmente uma forma de se promover ( marketing puro), digo isso porque nos blogs só leio, que se o Oneiric está a X dias de distância, que se já foi lançado, que se está em beta, acho que me explico né?
    O certo é que eles deveriam, na minha opinião, espaçar um pouco as versões, por exemplo, uma e não duas a cada ano (é o meu ponto de vista).
    lembranças

    1.    KZKG ^ Gaara dito

      Muitos dizem que por estarem rolando eles são mais instáveis, mas a verdade é que MINHA experiência me disse o contrário, eu apresento muito menos instabilidade com Arch do que tinha no Ubuntu, ou no Debian quando o teste era Squeeze.

      Sim, é verdade, o Ubuntu com seu ciclo de desenvolvimento curto sempre atrai muita atenção, o que realmente não me incomoda ou gosta de mim ... vamos lá, não me importo 🙂

      A propósito, BEM-VINDO ao nosso site 😀

      1.    Karlinux dito

        Obrigado pelas boas-vindas e saudações

  5.   KZKG ^ Gaara dito

    Com isso, espero que nosso leitor (Jesus) fique satisfeito 🙂
    A propósito, se alguém deseja que algo específico seja discutido, pode nos informar através do nosso formulário de contato: https://blog.desdelinux.net/contactenos/

    1.    Jesus dito

      Muito obrigado ! Este artigo me ajudou muito.

      1.    elav <° Linux dito

        Obrigado por abordar e colocar suas dúvidas, em tudo que pudermos, sempre iremos ajudar.

  6.   jose dito

    Oi. Deixe-me fazer uma pergunta. Bom trabalho com o blog.

    Quais são as distribuições DEBIAN Rolling Release? Quero dizer aqueles ajustados por alguma equipe, como a Canonical.

    PS: e já que somos ... e o Fedora? Um Debian 6 Testing já incorporaria o Gnome 3…. Seria estável pelo menos no nível do Ubuntu? Estou ansioso para lançar o Ubuntu porque tudo que eles estão fazendo é voltado para o Unity, e eu não o compro.

    1.    Moscosov dito

      Olá, se eu estiver errado, os meninos me corrigem, mas o LMDE é algo como uma melodia contínua do Debian, a outra coisa que pode interessar a você é o Debian CUT, aqui está um artigo sobre aquele escrito pela equipe deste blog https://blog.desdelinux.net/disponible-snapshot-debian-cut-2011-10rc1/

      Saudações.

      1.    jdgr00 dito

        sim… .LMDE é simplesmente Teste do Debian com a arte dos desenvolvedores do Linux Mint… eles fazem um teste debian e colocam o atualizador do mint, o menu do mint, o tema gtk, o papel de parede e voila…. resumindo, eles apenas o fazem ver mais bonitos, mas eles não fazem nada realmente importante para ela. Se você pegar seu debian e colocar o mesmo papel de parede e tema gtk você já tem o LMDE hehe mas com o orgulho que é puro Debian xD

    2.    jdgr00 dito

      estável no nível do ubuntu?

      Olha, o Ubuntu seria algo como uma versão alfa em comparação com a estabilidade do Debian, essa estabilidade torna o Debian uma das distros mais usadas em servidores.

      você quer se livrar do ubuntu? Excelente, encorajo-vos, não vais se arrepender ... Quase posso garantir-vos que não vais voltar para ela

      1.    Moscosov dito

        Eu imagino que você se sinta muito macho por usar debian "puro" ... pppffff

        1.    jdgr00 dito

          Opa ... você faz parte da equipe linux mint ... desculpe, não imaginei ... mas tome isso como uma crítica construtiva para você e seus colegas de equipe ...

          Não era minha intenção ferir suas suscetibilidades

          Uma saudação

        2.    jdgr00 dito

          Ah esqueci ... Não estava tentando distorcer seu comentário, mas sim confirmar que é uma versão ajustada do debian. Mas dando a minha opinião que está sintonizado apenas na estética, não na funcionalidade

          Novamente, desculpe pelo mal-entendido

  7.   pmoscosoa35@gmail.com dito

    Olá, não faço parte da equipe Linux Mint, simplesmente não gosto de comentários de fan boy.

    Não há problema.

    saudações.

  8.   kik1n dito

    Uau, pelo que vejo, tudo aqui usa Arch, GEnial
    Também uso o Arch, o melhor das Distros. Também passei por várias distros, U, F, Man, D, OpnS, etc.
    Em lançamento contínuo, Arch. Ha, já que é o único que já usei
    O OpenSuse e o Fedora são ótimos

    1.    KZKG ^ Gaara <° Linux dito

      YEAH !!!, tem muitos de nós que usam Arch ... haha, aqui muitos de nós tem bom gosto 😉
      Bem-vindo ao nosso site, esperamos que nosso conteúdo seja do seu agrado 😉

      Saudações e mais uma vez bem-vindos 😀

    2.    elav <° Linux dito

      Não, nem todos nós usamos o Arch ¬¬

      1.    coragem dito

        Claro, a exceção que confirma a regra

      2.    Angel_Le_Blanc dito

        hehe, agora se você usa o Arch, embora naquela época o elav usasse o Debian.

  9.   Eduardo2 dito

    Ah, quanto tempo você tem que investir para atualizá-lo, primeiro no point release / cycling release você tem que baixar o iso do cd / dvd. então, durante a instalação, eles pedem que você baixe alguns megabytes de arquivos.

    Então no RR ele só é instalado uma vez, portanto a grande atualização do começo não se repete a menos que você reinstale, e se você tiver que reinstalar é porque você começou a experimentar e estragou algo e você não pode ou não tem como jogar fora. atrás. Você pode passar anos sem ter que reinstalar, enquanto o ponto de lançamento / lançamento cíclico você tem que baixar o isos a cada 6, 8 ou 12 meses e se você atualizar, mas dá erros (geralmente não importa) você ainda tem que baixar muito atualizações, que com os RRs você baixa aos poucos. Em outras palavras, essa "desvantagem" em si não é e na maioria dos RR você pode obter imagens mais recentes das isos.

    Hoygan que buelbe centpre la vurra al trigo com esses itens.

    1.    coragem dito

      Que pena que você fez essa frase apostar em hoygan ¬¬

  10.   Daniel dito

    Uma pergunta que me ocorre, eu estava lendo as especificações do sabayon 8 e ele diz algo sobre extrema-rolling-release, o que esse conceito significa? agradeço antecipadamente mas estou curioso, aliás, ótima página, adorei

  11.   edrp96 dito

    A explicação foi bem completa, tirou-me qualquer dúvida.

  12.   truko22 (@ truko222) dito

    Chakra está lançando pela metade, verifique esses links ^ __ ^
    (http://chakra-linux.org/wiki/index.php/Chakra_Linux) Y (http://chakra-project.org/bbs/viewtopic.php?id=7091)

  13.   erman dito

    Eu uso a edição Jagger, uma distro de pedra rolante bem rolante. 🙂

  14.   Ramon dito

    Como muitos de vocês, já passei por várias distros desde meu início no Linux, e desde que descobri o "Chakra Linux", estou encantado com esta distro, a estabilidade é impressionante, não tive problemas em nenhuma das 3 máquinas em que o Eu instalei, detecção de hardware 100% eficaz (adeus aos meus problemas com meu Broadcom 43xx), atualizações contínuas, etc ...
    Além disso, o sistema Bundles permite que você tenha qualquer aplicativo GTK e CCRs, muitos daqueles que não estão nos repositórios oficiais. Além disso, a nova obra de arte «Dharma» é impressionante !!!
    Possivelmente amanhã, com mais experiência (e mais coragem, porque não dizer) me atrevo com o Arch, mas por enquanto fico com o Chakra.

  15.   Ariel dito

    Eu uso o ManjaroLinux, baseado em arch (ou seja, estou começando a testar) sinceramente, adorei, muito rápido, fácil e acima de tudo atualizável.
    +100 para o item.

    Thanks!

    1.    yoshi dito

      Ei! Queria saber como foi com o Manjaro. Eu realmente quero mudar o linux 12, não por nada de especial porque minha primeira distro ... como você pode ver eu sou um covarde neste Linux e estou começando a entender.

      Eu li coisas boas sobre Manjaro e Linux Mint, então gostaria de sua opinião sobre estabilidade, compatibilidade com programas e similares

      Existe também um Centro de Software no Ubuntu que tem sido muuuito útil e gostaria de saber se existe em todas as distros

      Agradecimentos para sua atenção

  16.   DOCE dito

    Acho que o problema de erros de dependência é forte ao atualizar novos pacotes, não sei se eles não são testados corretamente antes de serem lançados ou o controle de qualidade é baixo. Eu discordo que "tende a ser estranho", encontramos nos fóruns de Arch e Manjaro muitos posts sobre isso. Eu pulo mais com o Manjaro que anuncia a facilidade de uso, mas quando você tem um problema de dependência e não é um usuário interessado em entrar no sistema por completo, o mais fácil é reinstalar.
    Acho o modelo de desenvolvimento do Ubuntu mais consistente e estável, e vejo que se não gosto de nenhuma distro, é precisamente laranja.

    Não vejo sentido no RR no momento, não está maduro o suficiente ou talvez seja eu.

  17.   Francisco dito

    amigo, acho que o artigo foi hackeado:
    http://usemoslinux.blogspot.com/2012/06/las-mejores-distribuciones-rolling.html

    Aproveito e pergunto a vocês, há muito tempo que uso o linux mint 14, mas estou com um bug que não consigo resolver, então estou pensando em passar para uma versão rolling, meu medo é de possíveis problemas com meu hardware e / ou periféricos

    Eu aprecio seus comentários

  18.   RPMDEB dito

    Rolando?

    Existem alguns, exemplo PCLinuxOS

  19.   Darkar dito

    bom post

  20.   Cícero Beck dito

    A explicação é boa no começo, porém, depois você confunde com os exemplos. Por favor, seja mais claro.
    Uma pergunta: (talvez isso me ajude a entender rapidamente)
    Você considera que o sistema operacional do celular Xiaomi é Rolling Release?
    Obrigado.