Windows 10: habilite o Samba para conectar recursos no GNU / Linux

Windows 10: habilite o Samba para conectar recursos no GNU / Linux

Windows 10: habilite o Samba para conectar recursos no GNU / Linux

Como já é de conhecimento público e massivo, Samba é um projeto de software livre que permite a implementação de Protocolo de compartilhamento de arquivos do Windows, em sistemas operacionais do tipo UNIX, especialmente o tipo livre e aberto GNU / Linux.

Samba apareceu Windows 7 ativado por padrão. Mas a partir de então, isto é, na versão anterior janelas 8.X, e no atual, Windows 10, deve ser ativado manualmente para fazer um recurso compartilhado em uma rede por um computador com estes Sistemas operacionais privados, ser detectado e conectado em um computador com GNU / Linux. Por isso é fundamental conhecer o procedimento para ativá-lo e atingir esse objetivo.

Windows 10: Introdução

O protocolo Samba conhecido como SMB (bloco de mensagens do servidor), e em algumas literaturas como CIFS (Sistema de arquivos comum da Internet), além de simplesmente permitir computadores com GNU / Linux, Mac OS X ou Unix Em geral, eles podem compartilhar ou acessar recursos em redes baseadas no Windows, na verdade, um pacote de aplicativos Unix que implementa o Protocolo SMB, que é usado para operações cliente-servidor em uma rede.

Desta forma, um computador Unix ou semelhante com Samba você pode inserir um Rede Microsoft, mostrando-se como Servidor e / ou Cliente, e assim ser capaz de:

  • Visualize e explore computadores clientes na rede para facilitar a colaboração e a interação com eles.
  • Compartilhe e acesse recursos de rede, como pastas, arquivos ou dispositivos, como discos, impressoras, scanners e multifuncionais.
  • Facilite a verificação de computadores clientes por meio de um nome de acesso em um domínio do Windows.
  • Permitir interação e integração com um servidor de resolução de nomes (WINS) em uma rede Windows.

Por fim, antes de entrar no assunto, lembre-se que Windows 10, é o mais moderno e avançado Sistema Operacional Microsoft, desde o 29 de julio de 2015Enquanto Windows 7 do Janeiro 14 2020, não tem mais Suporte estendido oficial. Enquanto que, Windows 8.1 sofrerá a mesma consequência, do Janeiro 10 2023.

Portanto, ou eles são substituídos gratuitamente por Sistemas operacionais livres e abertosComo GNU / Linux, ou você terá que pagar o preço para atualizar para Windows 10 e, portanto, tem apoio oficial.

Windows 10: Conteúdo para ativar o Samba

Como ativar o serviço Samba no Windows 10 para conectar recursos compartilhados no GNU / Linux?

Observações e recomendações

Para nosso estudo de caso, usaremos 2 computadores físicos, Um com Windows 10 e outro com MXLinux 19.1 (DEBIAN 10) em uma rede doméstica, ou seja, sem servidores de rede. Só um Roteador que atribui o Endereços IP dinamicamente.

É ideal que o computador com Windows 10 Tenha um Nome do time y Grupo de trabalho / nome de domínio gerenciável, ou seja, curto, legível e fácil de lembrar, se necessário ou possível. E, tanto quanto possível, que o Grupo de trabalho / nome de domínio é o mesmo configurado no computador com GNU / Linux.

passo 1

Configure o nome do computador e o grupo de trabalho / nome do domínio

Supondo que o Nome do Grupo de Trabalho da Rede do computador com GNU / Linux mar "Casa", você deve ir para o computador com Windows 10, pare na guia chamada "Nome do time" da janela "Propriedades do sistema", acessado pela opção de Painel de controle chamada «Configuração Avançada de Equipamento», faça a alteração, conforme mostrado na imagem imediatamente abaixo.

Windows 10: ative o Samba, etapa 1

Você não pode fazer a mudança dupla de uma vez, ou seja, você deve mudar o "Nome do time" primeiro e reinicie, e então o nome do «Grupo de trabalho" rede e reinicie.

passo 2

Habilite o recurso SMB1.0 / CIFS no Windows 10

Nesta etapa, você deve acessar o "Recursos do Windows" através da rota "Painel de controle", "Programas" e "Programas e recursos". Uma vez lá, você deve pressionar (ativar) a caixa correspondente a "Suporte para protocolo de compartilhamento de arquivos SMB 1.0 / CIFS".

Então você deve pressionar o botão "Ativar", como mostrado na imagem imediatamente abaixo. De preferência, ele deve ser reiniciado para que as alterações sejam totalmente aceitas.

Windows 10: ative o Samba, etapa 2

Se desejar, a caixa de seleção de "SMB direto" para suporte mais avançado (uso) do protocolo.

passo 3

Valide e ative o suporte para SMB 1.X / 2.X / 3.X do Windows Power Shell

Para detectar e ativar / desativar via Windows PowerShell, o Protocolo de rede Samba de Windows 10, os seguintes comandos podem ser executados para cada caso:

PME 1.X

descobrir

Get-WindowsOptionalFeature –Online –FeatureName SMB1Protocol

Desativar

Disable-WindowsOptionalFeature -Online -FeatureName SMB1Protocol

Ativar

Enable-WindowsOptionalFeature -Online -FeatureName SMB1Protocol

SMB 2.X / 3.X

descobrir

Get-SmbServerConfiguration | Select EnableSMB2Protocol

Desativar

Set-SmbServerConfiguration –EnableSMB2Protocol $false

Ativar

Set-SmbServerConfiguration –EnableSMB2Protocol $true

Para nosso estudo de caso, ambos os protocolos foram ativados, ou seja, SMB 1.0 e SMB 2.X / 3.X usando o aplicativo "Windows PowerShell ISE" como "Administrador", que é o mostrado na imagem imediatamente abaixo.

Windows 10: ative o Samba, etapa 3

passo 4

Crie um compartilhamento

Para nosso estudo de caso, uma pasta chamada "Exemplo" na raiz de Sistema Operacional Windows 10 usado, onde um usuário nomeado é criado "Sysadmin" ("Admin", de acordo com o explorador de arquivos no caminho "C: \ Usuários \ Admin". O referido recurso compartilhado deve ser criado, preferencialmente com a adição do Usuário "Todo o mundo" com todas as permissões de segurança necessárias, e compartilhadas, neste caso, com o mesmo nome na rede, ou seja, "Exemplo".

Conforme mostrado nas seguintes fotos:

  • Nome real do usuário Sysadmin: administrador

Windows 10: Nome de usuário do sistema operacional

  • Todas as atribuições de usuário e permissões de segurança: para a pasta «Exemplo»

Windows 10: ative o Samba etapa 4a

  • Atribuição de nome de rede "Exemplo": para a ação.

Windows 10: ativar o Samba etapa 4b

  • Visualizando o recurso de rede: do Windows 10

Windows 10: ative o Samba etapa 4c

passo 5

Conecte o compartilhamento no computador com GNU / Linux

Para esta etapa, a partir do computador chamado "VITP2413" vamos abrir um Navegador de arquivos no nosso Sistema operacional GNU / Linux, para conectar via Samba a compartilhar "Exemplo" localizado no computador "VIT" ter Windows 10, conforme mostrado nas seguintes imagens:

  • Executando o File Explorer: para executar o caminho da rede "Smb: // vit / exemplo" para o recurso compartilhado no computador com Windows 10.

Windows 10: ative o Samba etapa 5a

  • Configurações de parâmetros do usuário do Windows 10: para conexão samba.

Windows 10: ativar o Samba etapa 5b

  • Compartilhar visualização: no Windows 10 chamado "Exemplo" no GNU / Linux.

Windows 10: ative o Samba etapa 5c

Por fim, para mais informações sobre o assunto, você pode acessar o Link oficial da Microsoft sobre isso.

Imagem genérica para conclusões do artigo

Conclusão

Nós esperamos isso "postinho útil" em «¿Cómo activar el Servicio de Samba en Windows 10 para conectar recursos compartidos en GNU/Linux?», que é uma operação técnica importante para realizar, agora que  «Windows 7», não é mais a versão estável e com suporte oficial de «Microsoft», seja muito interesse e utilidade, Para todo o «Comunidad de Software Libre y Código Abierto» e de grande contribuição para a difusão do maravilhoso, gigantesco e crescente ecossistema de aplicações de «GNU/Linux».

E para mais informações, nem sempre hesite em visitar qualquer Biblioteca online como OpenLibra y jedit para ler livros (PDFs) neste tópico ou em outros áreas de conhecimento. Por enquanto, se você gostou disso «publicación», não pare de compartilhar com outros, em seu Sites, canais, grupos ou comunidades favoritos de redes sociais, de preferência gratuitas e abertas como Mastodonte, ou seguro e privado como Telegram.

Ou simplesmente visite nossa página inicial em FromLinux ou junte-se ao canal oficial Telegrama do FromLinux para ler e votar nesta ou em outras publicações interessantes sobre «Software Libre», «Código Abierto», «GNU/Linux» e outros tópicos relacionados a «Informática y la Computación»E o «Actualidad tecnológica».


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

5 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Camilo Gomes A. dito

    Olá
    Na verdade, o que o Windows 10 não tem ativado por padrão é o smb1, que por motivos de segurança recomenda não usá-lo. Mas o protocolo smb (cifs) ainda existe normal. O melhor é habilitar o uso de smb2 e smb3 na configuração do Samba na máquina Linux com a qual desejo compartilhar pastas

    1.    Linux pós-instalação dito

      Saudações Camilo! Obrigado pelo seu comentário e esclarecimento sobre o assunto discutido.

  2.   Gonzalo Montes de Oca dito

    As pastas compartilhadas do Windows podem ser acessadas no Linux com o seguinte comando: mount -t cifs // ip / resource / mount_point -o domain = domain, username = user
    O parâmetro "domínio" seria usado se o computador Windows estiver em um domínio do Active Directory.

    1.    Linux pós-instalação dito

      Saudações Gonzalo! Obrigado por seu comentário e contribuição sobre o assunto. Às vezes, é melhor fazer conexões via terminal do que via gráfico.

  3.   Matt dito

    funcionou perfeito! Muito obrigado!