A criptomoeda Chia, está elevando os preços dos discos rígidos

Um dos grandes problemas com Bitcoin é a de que cada transação requer uma quantidade significativa de energia para ser validada. Para evitar esse desperdício, várias criptomoedas alternativas estão abandonando o princípio da prova de trabalho, que custa caro em energia, em favor de outras soluções, como a prova de aposta ou a prova de posse, que não requerem poder computacional especial.

Bram Cohen, o criador da criptomoeda Chia, interessou-se pelo teste espacial. O princípio é simples: quando um bloco é forjado na blockchain, ele é propagado para os nós da rede. Quando um mineiro encontra um desses blocos, ele o publica para o resto da rede.

Os demais fornecem a melhor prova de espaço, ou seja, do armazenamento que podem disponibilizar para a rede. Os três melhores são rapidamente distribuídos para a rede, e um dos "servidores de horário" que contém confirma o horário em que o teste foi fornecido e, assim, valida o novo bloco.

A ideia é que todos tenham espaço de armazenamento gratuito que poderiam ser usados ​​para validar essas transações sem gerar custos de consumo adicionais.

Em resumo, Para obter tokens Chia, você precisa de um teste de espaço. Quanto mais espaço de armazenamento você tiver, melhores serão suas chances de conseguir uma prova de espaço e mais tokens Chia você pode ganhar.

Para ser mais preciso, o Chia é um blockchain inteligente e plataforma de transação que visa fornecer todos os benefícios de uma criptomoeda padrão: descentralização, eficiência e segurança.

Mas seu único ponto de venda é a 'agricultura', um substituto para a mineração que não deveria poluir o meio ambiente (em criptomoedas, 'agricultura' consiste em depositar unidades de uma moeda virtual em um fundo de liquidez em um protocolo DeFi, a fim de se beneficiar das recompensas. Os credores são recompensados ​​na forma de tokens,

Chia foi lançada em 2017, um lançamento que tem sido relativamente discreto na grande mídia. A Chia Network foi fundada pelo cientista da computação americano Bram Cohen, que também inventou o sistema de compartilhamento de arquivos ponto a ponto BitTorrent.

Em 3 de maio de 2021, ele anunciou o lançamento de Chiacoin (XCH), que usa o armazenamento em seu disco rígido para "cultivar" novos tokens. Você só precisa de 100 GB de clusters em uma unidade chamada patches.

Suponha que este seja um bloco de dados que ocupe 100 GB de espaço, cada um consistindo em um cluster. Quanto mais parcelas você tiver, maiores serão as chances de crescer Chiacoin.

Embora originalmente Chia devesse tirar proveito do espaço de armazenamento não utilizado de um laptop, as coisas agora estão saindo do controle conforme os mineiros adquirem todo o espaço de armazenamento disponível no mercado para melhorar suas chances de obter tokens e por tanto dinheiro real.

Os mineiros usam discos rígidos para alocar o máximo de espaço possível para criptografia ou 'agricultura' lucrativa e de baixo custo. No entanto, os analistas financeiros acreditam que, embora os preços do disco rígido tenham subido nas últimas semanas devido à mineração de tokens de Chia, continuarão mais altos do que o normal por algum tempo.

Como resultado, os preços dos discos rígidos de maior capacidade aumentaram nas últimas semanas, já que os modelos topo de linha se esgotaram.

O mercado está enfrentando uma escassez de unidades de disco rígido, o que é comparável à situação em 2012, quando as enchentes na Tailândia pararam a produção de discos rígidos no país. Na época, os preços médios dos discos rígidos subiram cerca de 22%, de acordo com Sidney Ho, analista do Deutsche Bank. Desta vez, os aumentos de preços não serão tão altos.

Do lado da análise de preço dos drives, é relatado que os preços dos discos rígidos de médio porte com capacidade de 6 TB ou 8 TB não mudaram significativamente nas últimas semanas. Os discos rígidos de 10 TB também não ficaram muito mais caros. Enquanto isso, discos rígidos de 12 TB, 14 TB, 16 TB e 18 TB ficaram consideravelmente mais caros em questão de semanas (alguns SKUs ganharam US $ 100, outros dobraram).

A grande maioria dos discos rígidos de 14 TB a 18 TB são unidades nearline, como Exos da Seagate e WD Gold e Ultrastar da Western Digital. A maioria dessas unidades é vendida diretamente para empresas como Amazon Web Services, Google e Microsoft a preços predefinidos e, portanto, nunca são vendidas no varejo.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.