Como eliminar processos facilmente

Basicamente, existem 4 maneiras de matar efetivamente um processo en Linux: mata-o pelo nome, especificando uma parte do nome, pelo PID, apontando para a janela do processo com o cursor do mouse. Vamos ver um por um ...

Kill: mata um processo usando seu PID

A maneira mais complicada, mas ao mesmo tempo mais precisa, de eliminar um processo é por meio de seu PID ("Identificador de Processo"). Qualquer uma dessas três variantes pode servir:

kill -TERM pid kill -SIGTERM pid kill -15 pid

Pode-se utilizar o nome do sinal (TERM ou SIGTERM) que deseja enviar para o processo ou seu número de identificação (15). Para ver uma lista completa de possíveis sinais, sugiro verificar o manual de eliminação. Para fazer isso, execute:

Artigo relacionado:
Desligue e reinicie usando comandos

homem matar

Vamos ver um exemplo de como matar o Firefox:

Primeiro, você tem que descobrir o PID do programa:

ps -ef | grep firefox

Esse comando retornará algo assim:

1986? Sl 7:22 /usr/lib/firefox-3.5.3/firefox

Usamos o PID retornado pelo comando acima para encerrar o processo:

kill -9 1986

killall: mata um processo usando seu nome

Este comando é muito fácil

killall process_name

Uma coisa a ter em mente ao usar esse método é que se houver mais de uma instância desse programa em execução, todas serão fechadas.

Artigo relacionado:
Cron e crontab, explicado

pkill: mata um processo usando parte de seu nome

É possível encerrar um processo especificando o nome completo ou parte do nome. Isso significa que não há necessidade de você se lembrar do PID do processo para enviar o sinal.

pkill part_process_name

Em troca, este método eliminará todos os processos que contêm a palavra inserida. Isso significa que se tivermos 2 processos abertos que compartilham uma palavra no nome, ambos serão fechados.

 

xkill: mata um processo selecionando a janela com o mouse

Este é o método mais simples e prático. Em caso de desastre, simplesmente pressione Alt + F2 para abrir a caixa de diálogo que permitirá a execução de comandos. A partir daí, execute o seguinte comando:

xkill

O cursor do mouse se transformará em uma pequena caveira. Resta apenas clicar na janela que deseja fechar e pronto. Processo de tchau.

 

Alguns comentários finais

Para encerrar, gostaria de compartilhar algumas dicas que podem ser úteis. No Linux, como no Windows, quando um processo trava, a janela em questão geralmente pode ser fechada clicando no botão Fechar (que tem a forma de um X). Após alguns segundos, aparecerá uma janela perguntando se realmente queremos encerrar o processo, pois ele não responde corretamente. Dizemos sim e é isso.

Isso significa que os métodos descritos aqui devem ser usados ​​quando nada acontecer ao clicar no botão Fechar da janela em questão.

Em caso de grande desastre, não se esqueça que antes de pressionar é possível realizar um reinício "seguro".

Finalmente, pode ser muito útil descobrir quais processos estão em execução no momento. Para isso, os diferentes ambientes de desktop (GNOME, KDE, etc.) possuem ferramentas gráficas que facilitam essa tarefa. No entanto, caso você não consiga acessá-los ou simplesmente queira fazer isso do terminal, você pode executar o seguinte:

topo

Caso isso não funcione ou você não tenha o pacote correspondente instalado, você sempre pode executar:

ps -A

Isso listará todos os processos em execução, junto com seus respectivos nomes e PIDs.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

22 comentários, deixe o seu

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

  1.   Jerome Navarro dito

    «Ps-ef | grep firefox "não é o mesmo que" pgrep firefox "?

    Bem, pessoalmente, eu uso "pidof" para obter o PID.

    Saudações!

  2.   Iago Martinez Ocaña dito

    o que eu mais uso é:
    ~ $ top
    nos mostrando a lista de processos ativos, então se dermos "k" ou escrevermos "kill" ele nos pedirá o pid do processo para matar (lemos de cima) e então entrar, para sair do topo apertaremos "q".
    Muito boa entrada, mas este formulário parece mais simples para mim. Se o terminal não funcionar, tentamos ctrl + alt + f [1-6] e fazemos a partir daí.

  3.   anatonia dito

    Que gênios galera obrigado por me ajudarem me deram uma grande mão com esse post !!!

  4.   Otávio Villanueva dito

    Olá! Será que o comando xkill apenas faz o programa X desaparecer e ainda está aberto? Porque sempre acontece comigo que quando vou ao gerenciador de tarefas o processo ainda está vivo e tenho que matá-lo.
    Eu admito, sou um novato. E os comandos killall e pkill vão me ajudar muito. Obrigado por enviá-los, blog muito bom.
    Saudações!

  5.   heberth ardil dito

    Recomendo htop 😀 é o melhor pra isso ...

    trabalha com ncurses

    sudo apt-get install htop

  6.   Lyonn dito

    pidof não é para todos os Unixes, por exemplo Solaris não tem esse comando, e isso nos leva a usar o poderoso ps.

    lembranças

  7.   dub dito

    htop é mais detalhado e amigável

  8.   Ruda Macho dito

    No caso de usar PID, o correto é $ kill PID que envia o sinal SIGTERM por padrão, caso o processo não responda, $ kill -9 PID é usado que envia o sinal SIGKILL, este último elimina o processo sem deixá-lo o mesmo fechamento corretamente (pode haver perda de dados, por exemplo). SIGTERM pede por favor, SIGKILL dá-lhe um machado 🙂

  9.   Rodrigo dito

    Muito obrigado, vou testar se me acontecer de novo.

  10.   Rodrigo dito

    uma consulta. Quando o ambiente de desktop trava no Ubuntu (eu uso o Unity), ele pode ser reiniciado sem matar todos os outros processos? Não sou muito avançado em linux e às vezes me acontece que estou trabalhando e trava, a única coisa que faço é reiniciar com segurança, mas perco tudo o que estava trabalhando.

    Não sei se minha dúvida foi compreendida.

    lembranças

  11.   Stall Valds dito

    Um processo no estado zumbi não pode ser eliminado da maneira tradicional.

    Aqui para mais detalhes: esdebian.org/wiki/matar-proceso-zombie

  12.   astuto dito

    Para os mais avançados, como você mata um processo no estado ZOMBIE?
    só para gerar um pequeno bate-papo 😀

  13.   George Vips dito

    Muito bom, exatamente o que eu precisava ..

  14.   pimenta dito

    A verdade é que o comando kill é muito útil. Ser capaz de matar processos irritantes apenas invocando kill é ótimo. Finalmente um comando que serve a alguma coisa.

  15.   Alex dito

    Questão teórica: Matar um processo significa que ele para de funcionar. Portanto, minha pergunta é ao contrário, se eu quiser reiniciar aquele processo que matei, como faço isso?

    1.    alex dito

      Bem, você coloca ./(o nome do processo) &
      Com isso você o executa novamente e seu PID também sairá 😀

  16.   JC Rivera dito

    Excelente, tive tempo de procurar ajuda como esta. Foi muito útil para mim. Muito obrigado por compartilhar.
    Saudações de San Luis Potosí, México.

  17.   alex dito

    Como posso matar dois processos sabendo seu PID no mesmo comando?

    1.    banheiro dito

      Acho que foi 'matar [Primeiro PID] [Segundo PID]

  18.   Gauchita Watafak dito

    Artigo muito interessante. Este site é meu site principal do Linux.

    Eu geralmente uso:
    ps ax | grep process_name (para localizá-lo no sistema)
    kill -9 process_id

    Eu compartilho um curso bash online gratuito que gira em torno de:
    https://aprendemia.com/cursos/curso-de-bash-scripting Espero que seja útil.

  19.   andy dito

    e se eu quisesse que fosse um perfil no linux apenas aquele que fecha como deve ser?

    exemplo, tenho 2 perfis do firefox abertos
    mas eu só quero um único perfil para fechar

    perfil 1
    perfil 2

    Eu quero apenas o perfil 2 para fechar como o comando deveria ser

    antecipadamente obrigado pela resposta

  20.   moi dito

    como posso matar processos em primeiro plano do Ubuntu, com uma única linha de comando