Ubuntu Touch OTA-17 já foi lançado e está caminhando para o Ubuntu 20.04

O projeto UBports anunciou recentemente o lançamento da nova versão do Ubuntu Touch OTA-17 no qual uma série de atualizações e correções bastante importantes foram feitas, pois isso não só garante melhorias de compatibilidade, mas também melhora o sistema em vários aspectos.

Para quem ainda não conhece o Ubuntu Touch, deve saber que se trata de uma distribuição de plataforma móvel desenvolvida originalmente pela Canonical que mais tarde foi retirada e passou para as mãos do projeto UBports.

O que há de novo no Ubuntu Touch OTA-17?

Esta nova versão do Ubuntu Touch OTA-17 ainda é baseado no Ubuntu 16.04, mas os desenvolvedores focaram mais recentemente em prepare-se para migrar para o Ubuntu 20.04.

Conforme prometido no post de lançamento do OTA-16, neste lançamento desaceleramos um pouco. Estamos trabalhando muito para oferecer a você o Ubuntu Touch baseado no Ubuntu 20.04. Como a maior parte do nosso tempo é gasto no Ubuntu 20.04, há menos tempo para revisar e combinar correções e novos recursos para lançamentos OTA regulares.

As inovações do OTA-17 inclui a atualização do servidor de exibição Mir para a versão 1.8.1 (versão 1.2.0 usada anteriormente) e a implementação do suporte NFC na maioria dos dispositivos fornecidos originalmente com a plataforma Android 9, como Pixel 3a e Volla Phone.

Outra das mudanças que se destacam nesta nova versão do Ubuntu Touch é que agora suporta hardware NFC na maioria dos dispositivos Eles funcionam com compatibilidade de hardware com Android 9, incluindo Pixel 3a e Volla Phone.

O suporte a NFC oferece aos desenvolvedores de aplicativos a capacidade de ler ou gravar tags NFC; ou mesmo para se comunicar com outro dispositivo usando o protocolo. As pessoas já estão pensando em como usar as funções NFC para ler monitores médicos passivos

Muitos dispositivos compatíveis, incluindo smartphone OnePlus One, resolveram problemas de câmera relacionados a flash, zoom, rotação e foco.

Em dispositivos OnePlus 3, os contêineres são configurados corretamente para executar aplicativos de desktop normais usando o gerenciador de aplicativos Libertine.

O Pixel 3a modificou a geração de miniaturas, resolve problemas de vibração e otimiza o consumo de energia.

No Nexus 4 e Nexus 7, as falhas ao usar os recursos Trusted Store e contas online foram corrigidas. O Volla Phone corrige problemas com o ajuste automático de brilho da tela.

Também digno de nota é que um novo layout de teclado foi adicionado, bem como uma correção para os serviços de previsão de palavras que não carregam em layouts de teclado suíço-francês e inglês-Dvorak.

Finalmente, para aqueles interessados ​​em saber mais sobre isso sobre o lançamento desta nova atualização de firmware, você pode visitar o seguinte link. 

Obtenha o Ubuntu Touch OTA-17

A atualização do Ubuntu Touch OTA-17 é formada para os seguintes dispositivos:

  • LG Nexus 5
  • OnePlus One
  • FairPhone 2
  • LG Nexus 4
  • BQ E5 HD Edição Ubuntu
  • BQ E4.5 Edição Ubuntu
  • Meizu MX4 Ubuntu Edition
  • Meizu Pro 5 Ubuntu Edition
  • BQ M10 (F) HD Ubuntu Edition
  • Nexus 7 2013 (modelos Wi-Fi e LTE)
  • Sony Xperia X
  • Sony Xperia X Compact
  • Desempenho Sony Xperia X
  • Sony Xperia XZ
  • Sony Xperia Tablet Z4
  • Huawei Nexus 6P
  • OnePlus 3 e 3T
  • Xiaomi Redmi 4X
  • Google Pixel 3a
  • OnePlus 2
  • F (x) tec Pro1
  • Xiaomi Redmi 3s / 3x / 3sp (terrestre)
  • Xiaomi Nota 7 Redmire
  • Redmire Xiaomi Nota Pro 7
  • Xiaomi Mi A2
  • Telefone Volla
  • Samsung Galaxy S3 Neo + (GT-I9301I)
  • Samsung Galaxy 4 Nota

Separadamente, sem a tag "OTA-17", as atualizações serão preparadas para os dispositivos Pine64 PinePhone e PineTab. Em comparação com a versão anterior, a formação de montagem estável foi iniciada para os dispositivos Xiaomi Redmi Note 7 Pro e Xiaomi Redmi 3s / 3x / 3sp.

Para usuários do Ubuntu Touch existentes no canal estável, eles receberão a atualização OTA por meio da tela Atualizações de configuração do sistema.

Enquanto que, para poder receber a atualização imediatamente, apenas habilite o acesso ADB e execute o seguinte comando no 'adb shell':

sudo system-image-cli -v -p 0 --progress dots

Com isso, o dispositivo fará o download da atualização e a instalará. Este processo pode demorar um pouco, dependendo da velocidade de download.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.

bool (verdadeiro)